« How Did Di Die? | Main | Crer em Papai Noel »

Crianças do Nosso Tempo

Quando a BBC se aventura a fazer bons programas ela realmente faz muito bons programas.

Na virada do milênio, em 2001, a BBC começou um projeto audacioso chamado Child of Our Time. O programa está trabalhando com famílias dos mais variados aspectos genéticos, sociais, geográficos e étnicos para respoder apenas a uma pergunta: nascemos assim ou fomos criados assim?

E este projeto vai durar nada menos que 20 anos! Durante todo esse tempo, diversos experimentos serão feitos para analisar de forma cientificamente acurada como os genes e o ambiente em que as crianças são criadas influenciam na formação de uma pessoa.

Começamos a assistir ao programa quando as crianças tinham um ano. No programa desta nova série que começou ontem, as crianças já estão com três anos e muita coisa mudou em algumas famílias, trazendo conseqüências para a personalidade deles. É a idade crucial para a socialização e muitos já estão mostrando traços de introspecção ou extroversão, de bom-humor ou agressão.

E o mais interessante foi o experimento que media o quanto a TV influencia no comportamento. Uma a uma, as crianças assistiram a TV onde um dos cientistas beijava e abraçava um boneco inflável. Depois cada criança foi colocada numa sala com diversos brinquedos, entre eles o mesmo boneco. Todas se aproximaram do boneco, abraçando e beijando da mesma forma que o cientista.

Da mesma forma, elas assistiram a outro vídeo, onde o mesmo cientista batia e martelava o mesmo boneco inflável. Quando as crianças voltaram à sala de brinquedo, todas sem exceção, mesmo as mais princesinhas das meninas, empunharam a marreta e pow, martelaram o pobre boneco. Mesmo posteriormente, com a presença da mãe na sala dizendo que era errado bater, algumas crianças não pararam e insistiam que o boneco tinha que ser violentado.

Outra experiência interessante foi fazer aquela brincadeira de "advinha em que mão está a moeda?". Os cientistas fizeram essa brincadeira escondendo uma moeda numa das mãos e mostrando os dois punhos fechados, pedindo para a criança advinhar. Ao final da brincadeira, o cientista passava a moeda pra a criança e pedia para ela fazer o mesmo que ele iria advinhar.

O surpreendente é que muitas crianças mostravam ao cientista apenas uma das mãos ou então mostravam as duas mãos abertas com a moeda aparecendo. Elas ainda não são capazes de fazer a mesma brincadeira porque para elas o que elas sabem todos sabem também, por isso não há sentido em esconder ou tentar enganar. Para elas, ainda aos três anos, a idéia de que ela sabe algo que os outros não sabem é simplesmente impossível. E é exatamente por isso, que as crianças até três anos não mentem. Até tentam mentir a princípio, mas não conseguem esconder as evidências.

E para finalizar, é supreendende saber do fato que aos três anos uma criança sorri em média 400 vezes por dia. E essa média vai caindo com o decorrer dos anos e, aos 35 anos de idade, um adulto sorri em média 30 vezes apenas...

:o)


5 Comentários

Adorei saber desse programa pois tem relação direta com o meu trabalho....
Um beijo!

Que legal, Marcinha! Temos BBC aqui em casa, mas não a BBC Prime, que é mais cara. Será que vai passar na BBC comum? Tomara. Adorei o programa e achei incrível a coisa do boneco.

Outro dia assisti a um documentário - acho que da BBC, I believe - no qual criancas eram entrevistadas por uma professora que mostrava pra elas algumas fotos de outras criancas: uma magra e outra mais gordinha.

Aí se preguntava pras criancas quem era o mais inteligente, o mais bonito, e o burro e o feio. As respostas foram inequívocas: todas responderam que a crianca mais gordinha aparentava ser burra e feia, apesar de eles não a conhecerem, enquanto a magra era bonita e inteligente.

Como é que essas criancas aprenderam isso? Como??? Os pais? Tudo bem que criancas normalmente são cruéis, mas preconceituosas dessa maneira... Fico triste só de lembrar desse programa, mas foi fantástico perceber como o ser humano funciona. Às vezes mal, mas...

Bibiela, legal, assim que assistir mais, conto mais um pouco.

Mary, aqui passou na BBC1, que é o canal aberto. A gente não tem TV digital ainda. Espero que a série passe aí, é muito interessante mesmo!! E algumas reações das crianças são surpreendentes mesmo!

Marcia agora me deu a maior saudade de Londres, as criancas nasceram no ano 2000, e a minha filha mais velha tambem, portanto, assisti a todos o programas, espero que passem aqui na BBC Prime, porque esse programa e mesmo uma perola para o entendimento do nosso comportamento!!!

Não é surpresa que as crianças sorriam mais... afinal, tem o dia todo para brincar, não tem que trabalhar, aturar chefe chato, pagar contas... :-)