« Fluência, where art thou? | Main | Primeira aula de Yoga »

O começo das resoluções

Nunca em nenhuma outra época do ano a gente se enche de tantas resoluções e energia para começar a melhorar a vida. E como li em algum outro lugar que não me lembro mais, nada envelhece mais rápido que o ano novo.

Então hoje começo uma porção de novas atitudes para minha vida. Percebi que, além de uma infinidade de inseguranças, sou também uma control freak e que preciso aprender a desacelerar minhas ansiedades durante este ano.

Já tenho listinhas (adoro listas) de coisas que eu tenho para fazer durante esta semana. Tudo esquematizado, incluindo afazeres domésticos, culturais e principalmente para meu bem-estar. Me sinto mais tranqüila e ciente de que não estou procrastinando. Essas listinhas começaram na semana passada e posso dizer que a sensação de ir riscando da lista tudo aquilo que eu queria fazer é uma grande satisfação!

Na geladeira, muitos iogurtes (daqueles de consistência sólida que eu adoro), legumes e frutas orgânicas, sucos de laranja com cálcio e queijo suiço esburacado.

Hoje também começo minhas aulas de Yoga, que tanto estava querendo fazer! Minha cunhada Maristela é uma excelente professora de Yoga em Minas e eu queria muito poder ter aulas com ela, mas por enquanto vou ficar com minhas aulas em casa mesmo. Já li alguns livros, comprei meu DVD com as aulas e estou animada para começar.

E finalmente, na minha cabeceira tem um livro novinho para ler antes de dormir. Chama-se Life of Pi, de Yann Martel, uma novela que conta a história de um garoto de 16 anos, que sofre um naufrágio e consegue se salvar num bote, na companhia de uma hiena, um orangotango, uma zebra com a pata ferida e um tigre de bengala.

Enfim, um bom começo. :o)

Uma boa semana para vocês todos!


6 Comentários

Esse Life of Pi nao é aquele que foi acusaso de plagio de um livro de um escritor brasileiro, cujo nome nao lembro?

Letícia, na nota introdutória do livro, Martel dá o devido crédito ao escritor brasileiro Moacyr Scliar, pela idéia original. E o próprio Scliar diz não ter nenhuma intenção de processar o autor.

Esse livro é best seller nos EUA e em muitos outros países. Já está na minha listinha de compras... Me conta de vale a pena mesmo, Marcinha! Beijão!

Ah, sobre a coisa das listinhas, você tem razão: faz bem pra alma ir riscando as coisas que a gente combina com a gente mesmo que vai fazer e faz. :c)

Esse livro tem "cara de Márcia": tão absolutamente fofo!!!!!!!

Márcia, listinha é legal! Legal mesmo! Também te recomendo fazer "o exame" todos os dias. Vai ajudar! Tem nos ajudado lá em casa...

Beijos,
Giorgia

Oi Ma....eu gosto de listas mas como sou bagunçada, sigo mais ou menos.
Só uma correção (eu só faço porque sei que vc gosta)...o termo correto é orangotango e não orangutango.Um beijo