« Shrove Tuesday | Main | Neve, neve, neve »

Leitura Compenetrada

Geralmente quando estou lendo algo interessante ou que chame muito minha atenção, leio bastante concentrada, usando toda a potência daquele neurônio que eu tenho. Com isso, faço uma cara de brava mas na verdade estou apenas compenetrada na leitura. Muitas vezes quando estou lendo algo assim, Mr.M acaba me perguntando o que há de errado, certo de que estou para dar uma bronca no primeiro que encontrar. Mas estou somente lendo com atenção, mais nada. E em Leicester, Mr.M capturou um desses raros momentos dessa espécie imprevisível, de cabelo cortado, lendo um artigo na revista feminina sobre agregar valor ao seu imóvel (!!!).

Marcia.JPG

16 Comentários

Adoro seus post adorei suas receitas ... vou testar o macarrao com abobrinha hummmmm depois te conto !!!

Hahahahahaha!!!! Vc está com cara de brava mesmo...Mas aprendeu sobre agregar valor ao seu imóvel? Um beijo

Eu achei voce no Mundo Pequeno, acho.
Moro no Brasil, em Salvador, mas tenho um fascínio de longa data pelos expatriados, os cidadãos do mundo, os corajosos(até escrevi algo recentemente sobre isso).
Depois de ler todo o seu arquivo desde aquela sua primeirinha viagem para o UK, resolvi comentar.
Descobri que você não é uma cidadã do mundo na acepção da palavra. Aqueles que tem coceirinha de ficar parado num lugar só e querem conhecer tudo o mais rápido que puder pq a vida é curta e o tempo urge.
Descobri que vc é muitíssimo parecida comigo porque tem tantas inseguranças e medos. Mas a diferença é que voce já aprendeu a sobreviver e a vencer apesar delas. Eu ainda estou permitindo que elas me vençam. Por pouco tempo, espero.
Ler o que vc escreveu (faz duas semanas que estou lendo! Noossa como vc escreve...hehehehehhe)fez com que eu sentisse que é possível! Que não preciso ser uma mulher maravilha pra conseguir tirar os sonhos do coração para a realidade. Preciso só de um pouquinho de coragem. E nem precisa ser uma coragem corajosa. Uma coragem vacilante já dá pra um bom começo.
Admiro a sua aparente fragilidade e a sua força invisível. Admiro o seu casamento(O Martin é uma gracinha mesmo e escrevendo em português é muito engraçado), principalmente porque sei que não é algo que brotou do chão ou caiu do céu mas é algo que vc está construindo, batalhando por ele.
É muito doce isso. Me deixou com a sensação de que as coisas valem a pena ainda. Isso é bom né? :-)
Vixe, acho que escrevi demais. Só queria dizer que desejo que as coisas continuem bem para vocês e que vou continuar vindo por aqui.
Inté :-))

Ola Marcia,

Andavamos a fazer uma busca sobre pasteis de nata na Internet quando demos com o teu site. Amanha na LBS vai haver uma pequenina festa com vinhinho da nossa terra e uns quantos pasteis de nata e de bacalhau.

Se quiseres aparece... e procura a mesa dos portugueses
...

eita moça bonita!!!!!!

Olá Márcia,
Estou de volta para contar que fiz "les petits gâteaux" e que ficaram m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s. Segui sua receita à risca e deu tudo certo. Da próxima vez (e será bem próxima mesmo ...) vou colocar junto com a essência de baunilha uma colher de sopa de conhaque, para ficar com o sabor bem parecido com meu mousse de chocolate.
Obrigada pelas dicas.
Devo dizer que também fico com cara de braba quando estou lendo ou estudando: preciso fazer com que Tico e Teco, meus dois neurônios, fiquem quietos e me deixem prestar atenção no texto.
Felicidades.

Gostei mesmo foi das flores.
E obrigada pelas receitas...rs

Márcia, vc realmente é admirável.... vc é sem dúvida nenhuma uma GUERREIRA , e por isto merece ser muito feliz, talvez muito mais do que já seja. Vivi 28 dias em LOndres, em 2002, e sei muito bem o que é estar em uma outra pátria, longe das pessoas que mais amamos, infelizmente eu fui fraca e não aguentei mais do que 28 dias.
Mais sei bem admirar e reconhecer aqueles que tem muita GARRA e vc é uma destas pessoas. Seja feliz, neste novo ano, e que ele seja para vc e para seu esposo, um ano de muita propesridade e sucesso.

Beijos
JULIANA

Obs: Acesso seu BLOG todos os dias, é muito bom ler sobre vcs aí em ENGLAND.

toda a potência daquele neurônio foi engraçado rs.
mas, que festival de comentário bacana é esse, aqui?
nossa, cada um mais legal que o outro, convite gostoso prum vinho português, depoimentos emocionados e emocionantes... que legal. parabéns, e obrigada, por despetar tanto sentimento bom na gente.
:-)


Coloquei tua foto no meu arquivo de amigos.
Falo muito do teu blog pra todo mundo.
Ah! Tá bom, não vou fazer igual a Daniela de Salvador. TchAu!

Marcinha, adorei te ver compenetrada. Acho que se Stefan arranjar uma foto assim de mim eu brigo com ele. A sua, no entanto, é linda. Um beijo querida! Ah, a propósito: aprendeste alguma coisa em como agregar valor ao seu imóvel? :c)

Oi amiga vejo que voce esta muito bem. Voce e mesmo uma gracinha de pessoa. Olha eu ja fiz varias receitas das quais vc escreveu aqui e todas ficaram muito boas.
Bom eu continuo aqui na terra dos cangurus, lutando bravamente todos dias, e agora muito mais pque consegui uma vaga na Universidade e estou fazendo Enfermagem putz que desafio grande mas sempre lembro das suas palavra otimistas e sigo em frente, mesmo morrendo de saudades do meu Pais e tudo que deixei pra traz tenho certeza que valera a pena. beijo

Lises, depois me conta como o macarrão ficou. :o)

Sammy, sei tudinho sobre agregar valor ao imóvel agora, hahahaha!

Daniela, puxa muito obrigada pelo seu comentário! Ainda me espanto quando alguém me diz que leu os arquivos todinhos porque são tantos! E você está certa, não precisamos ser mulheres-maravilhas, poderosas e invencíveis. Mas é preciso acreditar naquilo que nos move. Jamais teria dado um passo sequer se não acreditasse tanto nesse relacionamento.

Isabel, muito obrigada pelo convite, muito gentil da sua parte! Adoraria poder dividir esse vinho, pasteis de nata e bolinhos de bacalhau, huuummmm!

Fal, hihihihi... (blushing)

Lucia Lima, adoro quando alguém volta aqui para dizer que alguma receita ficou boa! Que bom, imagino que tenha ficado delicioso! E o conhaque é uma boa idéia, dá um toque pessoal seu na sobremesa!

Sandra, de nada!

Juliana, muito obrigada pelas suas palavras, puxa vida! E não considere os seus 28 em Londres uma fraqueza, muito pelo contrário. Foi uma experiência de vida que você adquiriu ao tomar o passo mais importante: simplesmente ir. E só isso já vale muito!

Bia Badaud, bacana, né? Eu adoro e muitas vezes me espanto porque nem tenho idéia de muita coisa que me dizem, sempre acho que estou escrevendo bobeiras à toa e depois aparece alguém dizendo que eu inspirei, que dei coragem, muito louco e ao mesmo tempo gratificante! :o)

Marcitho, tá só não vale fazer voodoo.

Mary queridoca, eu bem que queria que o Stefan tirasse mais fotinhas de você! Gosto muito de te "ver" também!! Ah sim, e aprendi tudinho sobre agregar valor ao imóvel sim! Porque afinal de contas, tenho um neurônio só, mas ele é limpinho! :o)

Luciana, que bom que as receitas ficaram boas! E parabéns pelo curso de Enfermagem, muito sucesso para sua nova carreira!

Tá com a cara dos dinamarqueses de manhã no trem com a cara enfiada nos jornais! ;-) Eu mergulho tanto nos livros as vezes que mudo a 'fuça' trocentas vezes conforme o que está acontecendo no livro, diz o patrão aqui em casa. :-)

Ai ai.
Tb adoro neve :-)

Sua cara de bravinha fica cara de anjinho se comparada à minha quando leio... Quando me olho no espelho, só vejo rugas profundas no meio das sombrancelhas :-) Beijo!