« Ovos de Páscoa da Débora | Main | American Girl in Paris »

Tea

--- pequena aula de inglês ---

TeaCrumpets.jpg

Havia um tempo na velha Inglaterra em que se fazia muitas refeições por dia. Comer pouco e sempre era a regra. O dia começava com uma ou duas canecas de chá, de preferência algo de sabor agradável sem ser muito forte, como o English Breakfast. Para acompanhar, muffins era uma boa pedida. Mas muffin para os ingleses não é aquele bolinho de chocolate e sim uma espécie de pãozinho macio para se comer com manteiga. Ou então a crumpets, que utiliza na sua produção uma massa bem igual à panqueca com o acréscimo do fermento, que faz o bolinho crescer e ficar cheio de buracos na superfície (foto acima).

Esta era a primeira refeição, nas primeiras horas da manhã. E para quem estava no trabalho pesado desde cedo, logo mais as 10 horas da manhã era preciso parar por um breve período pra recarregar as energias. E então vinha o breakfast propriamente dito. Agora o chá já poderia ser um pouco mais forte e se você vinha do norte, o Yorkshire Tea era a melhor escolha. E a refeição tinha que ser cheia de proteína, mas não tão grande que estragasse seu apetite no almoço. Então tínhamos: ovos, bacon, feijão (baked beans), linguiça, torradas, tomates assados e cogumelos. E mais uma xícara de chá, if you please.

De volta a labuta até a hora do almoço, que poderia ser de qualquer tipo, desde que no final fosse servido o digestivo chá Earl Grey.

Cinco da tarde era (e é até hoje) o horário que de largar o trabalho e ir finalmente para casa. O chá das cinco era mesmo uma instituição inglesa, a hora de relaxar e apreciar uma boa xícara da infusão. Afternoon Tea, como era conhecido, constituía-se na verdade de uma refeição farta com sanduíches, tortas de queijo, torradas com Marmite, bolo, geléias, compotas, cremes e, óbvio, uns dois bules de chá. E não é incomum de se ouvir nos dias de hoje alguém perguntar "what's for tea tonight?" e não, esta pessoa não está perguntando o que há para o chá esta noite e sim, o que há para o jantar já neste horário hoje em dia é quando fazemos nosso última refeição do dia.

Mas não na Inglaterra antiga. Não. Porque depois do Afternoon Tea, que eu me esqueci de mencionar, era servido com o chá de mesmo nome, vinha o Dinner, o jantar mesmo, com direito a puddings de sobremesa, que na verdade não tem nada a ver com pudim, mas sim com a forma que a sobremesa era feita: se era assada, então era um pudding. E uma xícara de chá para encerrar o tea, opa, o dinner, antes de ir ao pub encontrar os amigos e tomar litros de cerveja à temperatura ambiente.

E para quem já está estufado com tantas refeições, trate de arrumar mais um espacinho porque na volta do pub e antes de ir para a cama havia finalmente a última refeição do dia, menor que o jantar, mas igualmente importante. E esta última refeição era então chamada carinhosamente de Supper ou Suppa, que poderia ser qualquer coisa que você tivesse na dispensa. E daí você conclui o porquê do supermarket ter este nome.

:o)

--- fim da pequena aula de inglês ---

Obviamente, esses eram os tempos em que a maioria das pessoas trabalhavam pesadamente nas fazendas ou nas fábricas advindas da Revolução Industrial. Hoje a maioria das pessoas trabalham na frente do computador e estão cada vez mais cientes dos riscos de uma alimentação altamente calórica. Mas alguns costumes continuam muito vivos, como o full english breakfast uma vez ou outra e o tea a toda hora, a todo instante.

Se você prestar uma visita à um inglês, esteja preparado para aceitar pelo menos uma xícara de chá na sua chegada. Uma das primeiras frases que seu anfitrião vai dizer após chacoalhar sua mão é "I will put a kettle on, shall I?" ("Vou colocar a água pra ferver, tá bom?") com todo o entusiasmo. Seja um simpático convidado e aceite o chá. Com um pingo de leite, se lhe agrada. Cheers. :o)


14 Comentários

Olá Márcia,
Obrigada pela aula. Fiquei satisfeita só em ler, acho que não vou conseguir almoçar (risos). Quando estive pela primeira vez na Inglaterra, fora de Londres, tive um legítimo full english breakfast no primeiro "bed & breakfast" em que me hospedei. Não estava acostumada, nunca tinha visto feijão no café da manhã. O anfitrião ficou vigiando para ver se nós comeríamos de tudo e ficou radiante quando elogiamos todas as "iguarias" que ele nos proporcionou. Naquele dia, a próxima refeição que consegui fazer foi o jantar, aí claro num pub com meio litro de Guiness (minha cerveja favorita). Mas essa é uma outra história.
Beijos cariocas.

Lúcia, que bom finalmente achar uma brasileira que gosta de Guiness! Você é das minhas!
Muito interessante a aula, eu tentei adaptar meus hábitos aos deles quando morava aí. O English Breakfast eu comia de vez em quando, mas sem o feijão em lata (que eu não suporto) e sem a linguiça (idem). Meu chá favorito é o Earl Grey, ainda tenho saquinhos dele aqui. E sim, aprendi a tomá-lo, e aos outros, com um drop of milk, até porquê esse chá não tem muita graça puro. Tomar café na casa dos outros é roubada, ele vai ser sempre instantâneo, o que não seria tão mal se não fosse feito com leite frio e água quente, argh! Os crumpets sempre me intrigaram, que coisinha esquisita, parece uma esponja, e tem gosto de uma também. Minha tranqueira favorita para o chá era aquelas panquecas que vem em pacotinhos, uma delícia com manteiga! Ou os muffins (ingleses) de blueberry, mmmmm...

Marcia, valeu pela aula ! Agora sim, dá pra entender o porque de um English Breakfast ser tão substancioso ! Legal ! Esse povo me fascina, eu os adoro ! De vez em quando dê mais aulinhas de English Way of Life pra gente, tá ?
E como você resolveu o problema da fome (hilário seu post "Miséria" de 17/3)? Foi de cheetos mesmo ?
Beijos e tudo de bom !!
Bia

valeu a aula!
beijocas e saudades

Adoro chá, mas nunca tomei com um pouco de leite. Sabe que agora me pareceu muito bom? :)

Márcia, muito didática essa sua aula!
Agora, diz uma coisa: voce nao estranhou quando eles perguntaram "how many sugar" no seu tea?!!
A gente sempre aprende na escola que acúcar é incontável e chega aqui encontrando ingles que pergunta quantos acúcares no seu chá?!! Po, quer nos confundir?!
Hehehe, até cair a minha ficha que eles usam os cubinhos de acúcar como referencia....

Ah, Marcinha, que coisa. Li esse post inteiro pensando na minha avó querida, que nasceu em Greenwitch e nunca se separou dessa heranca da cultura inglesa. Ela adorava chá, muffins, cakes, etc. Ai, que saudade. :c)

Marcia,
Adorei a aula de ingles!!! Sempre aprendo muita coisa sobre a Inglaterra, aqui no seu cantinho. Aprendi sobre o natal, sobre o Bank Holly day ('e assim?) e agora sobre isso. Fico muito feliz pq assim consigo entender um pouquinho deste pais q estou tentando aprender a gostar...
Bjos
Rachel.

Preguntinhas:

1) esse festival de refeições aí era para todo mundo, ou só para os mais abastados? O povão fazia assim também?

2) quer dizer que vocês jantam às 5 da tarde?

3) eu não tolero chá... eu ia passar por mal educado aí?

Estava passeando por aqui, bem cedinho, acabando de acordar...hummmmm esse delicioso convite , uau...rssr
Adorei, outro dia fui numa feira na escola de minha filha onde falaram da cultura inglesa e serviram o chá. Foi ótimo. Parabéns pelo blog.

Lucia Lima eu também tive essa mesma estranheza quando tive meu primeiro "English Breakfast" aqui. Depois me acostumei.

Marcia-SP, eu gosto de crumpets e de muffins e atualmente chá só se for com leite! Café aqui é mesmo uma roubada. Guinness eu não bebo, mas também não bebo nenhuma outra cerveja. Quando vou ao pub fico no cider.

Bia, que bom que você gosta das aulinhas. Sobre o post "Miséria", acabei comendo pão com manteiga mesmo e algumas frutas.

cris beijos, saudades de você também.

Clarice, hoje em dia só tomo chá com leite e acho esquisitíssimo tomar sem!

Luciana, exatamente, eles contam os cubinhos como naquele desenho do Pica-Pau. Mas normalmente tomam sem açúcar mesmo.

Mary, tenho certeza que a sua avó adorava fazer esses pequenos agrados ingleses que eles tanto gostam de preservar! Beijos.

Rachel, os ingleses têm suas peculiaridades e é sempre um prazer aprender de onde vem a cultura deles, eu adoro!

Mauro, respondendo:
1) Eu não sei precisamente se isso era regra para todas as classes sociais, mas pelo menos o English Breakfast é bastante popular em qualquer classe.

2) Nós jantamos por volta das 6h30. E não tem supper depois não!

3) Você não tolera chá?!?! Oh dear... Claro que ninguém vai te achar mal-educado, só vão ficar com pena, hehehehe.

Marisa, seja bem-vinda aqui!

Eu não suporto chá! Nem o cheiro!

Minha estadia na Inglaterra seria algo semelhante à tortura pelo visto.. rs..

Beijo!

maravilhoso, o post!

Eu como o Mauro também não sou muito chegado em chá. Geralmente só tomo quando estou doente, mas acho chique no úrtimo o 'chá inglês'! ;-) Preciso experimentar tomar com leite, apesar de achar estranho.