« Enquanto isso na rua de trás | Main | Comprando sentada »

Carta da Juliana

JuliLetter.jpg

Hoje recebi uma grata surpresa que me encheu os olhos de lágrimas de felicidades! Minha querida sobrinha Juliana nos mandou uma cartinha cheia de carinho, muitos coraçõezinhos desenhados e uma letrinha caprichada, toda escrita em inglês, vejam só!

Adoramos, lemos várias e várias vezes e agora ela enfeita nossa geladeira, junto com o desenho do Snoopy que ela nos deu de presente no nosso casamento.

E coincidentemente, hoje é o aniversário dessa minha amiguinha Juliana, essa menina doce e inteligentíssima, divertida e companheira desde sempre! Dona da fox paulistinha mais sortuda do mundo, a Linda, que deve estar louca de felicidade de ter sido adotada por alguém tão especial como ela. Hoje a Juliana faz 11 anos de pura esperteza!

Feliz Aniversário, querida Juliana!! Que você seja sempre sempre muito FELIZ e que tenha sempre muitos motivos para manter sempre no seu rosto esse seu sorriso que faz nossa família inteira se derreter de alegria.

Beijos, querida Juli, já já te envio a resposta, viu?

:o)


8 Comentários

Crianca é o maior barato, né queridoca? :c) Beijo pra Juliana. E outro procê.

Que lindinha! Marcinha, eu fico tô 'tocado' com essas coisas. Imagina o tempo que a Juliana ficou ali desenhando aqueles coraçõezinhos no maior capricho pra vc e o Mr. M. Sooooo cute! ;)
Já escrevo pra vcs. *pisc pisc pisc pisc* hohoho

Olá

Tb tenho dois garotos, depois das aulas aos fins de semana são velejadores no rio Tejo.

Para a garoto, e "todos" de uma forma geral,..., uma música que gosto muito - MPB -"Aguarela".

hasta

rs

Que fofucha essa garotinha! E que esmero na cartinha! Uma graça! :) beijos

haha, cartinha mais fofa! eu escrevia muitas assim, com essas decorações, que eu aliás fazia até nas folhas dos cadernos escolares... dá gosto receber algo feito com tanto carinho. :o)

Olá Gente. Até que enfim, descobri.


Toquinho
Aquarela

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo
Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva
E se faço chover, com dois riscos tenho um guarda-chuva
Se um pinguinho de tinta cai num pedacinho azul do papel
num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu
Vai voando, contornando a imensa curva Norte e Sul
Vou com ela viajando Havaí, Pequim ou Istambul
Pinto um barco a vela branco navegando,
é tanto céu e mar num beijo azul
Entre as nuvens vem surgindo um lindo avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo, com suas luzes a piscar
Basta imaginar e ele está partindo, sereno e lindo
e se a gente quiser ele vai pousar
Numa folha qualquer eu desenho um navio de partida
com alguns bons amigos bebendo de bem com a vida
De uma América a outra consigo passar num segundo
Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo
Um menino caminha e caminhando chega no muro
e ali logo em frente a esperar pela gente o futuro está
E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar
Não tem tempo nem piedade nem tem hora de chegar
Sem pedir licença muda nossa vida,
depois convida a rir ou chorar
Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá
O fim dela niguem sabe bem ao certo onde vai dar
Vamos todos numa linda passarela
de uma aquarela que um dia enfim
descolorirá
Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo (que descolorirá)
e com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo (que descolorirá)
Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo (e descolorirá)

Poxa, às vezes tenho a impressão que eu nunca mais na vida vou receber uma cartinha de papel!
Bjs, Vladimir

Oi Márcia,
Que graça a cartinha da Juliana! Toda caprichada!!
Parabéns pra ela hoje em um mundo virtual essa cartinha vale ouro!!!!
Parabéns pra Juliana!
beijinhos, Isabella