« Home Alone | Main | Carta da Juliana »

Enquanto isso na rua de trás

As janelas dos quartos do nosso apartamento dão de frente para o condomínio de casas vizinho. Hoje de manhã levantei e abri a cortina e vi algo diferente na frente de uma das casas. Achei que fosse decoração de Natal brega, mas assim que puxei o véu, pude ver melhor e o ar até me faltou. A casa havia sido completamente vandalizada com tinta branca em palavras nada amigáveis, slut, whore -- que o analfabeto escreveu duas vezes "hore", não sabe nem xingar direito --, prostitute, HIV, etc. Tudo escrito em letronas para ler de longe. A polícia já estava lá falando com a dona da casa, que é novinha e estava revolta, tremendo e fumando feito louca. Tiraram várias fotos e depois a moça limpou o que conseguiu das janelas e da porta. As paredes continuam escritas. Não é a primeira vez que a polícia aparece por lá, o ex dessa mulher vive esmurrando a porta, fazendo escândalos no meio da madrugada, um horror. Baixaria bretã. Eu, hein?



8 Comentários

Que coisa bárbara, Marcia. Sou capaz de jurar que tudo o que a mulher fez foi dizer "não" pro idiota uma vez. Isso é um absurdo. Como as mulheres não têm direito a exercerem sua sexualidade em paz nessa terra, nem mesmo em países desenvolvidos. Que coisa.

Bom dia.

Daqui, e apesar do frio "16ºC" temos um fantástico dia de sol por estes lados. As bandeiras no castelo de S.Jorge (Lisboa) indicam que vamos ter ainda vento norte durante a semana, nada de chuva, frio portanto.
Tudo "isto" para dizer que "quem" escreveu essas palavras precisa urgentemente de sol, e de alguem que lhe explique que a depressão e a agressividade não são a melhor solução.

Um bilhete de avião da "Varig" e 15 dias no Rio certamente que faziam "milagres".

Rui

Que barbaridade!!!
Tem gente que não tem noção.
E haja preconceito também...
Puxa vida!

Má.
Por favor, me manda um e-mail.
Preciso falar contigo...:)
Eu não tenho seu e-mail!!! :)

Beijocas for both of you!

Olá

Não estava para voltar, mas encontrei algo de engraçado que me julguei no dever de compartilhar com alguém do norte da Europa que luta com falta de sol e cor.

Aceitem a proposta que vale a pena:
http://www.humour.com/jeux/games/veggie.asp

Aqui em Lisboa já se vende o "doce do côco,..., a cocada do Brazil". Será que há alguém que me sabe explicar o que é isso!

Abraço

Rui

Oi Marcia,

Vai ver foi o imbecil do ex-marido que fez essa barbaridade.

Cris

Nossa que horror... ai detesto essas coisas... aposto que deve ter sido esse maluco do ex dela.
Credo!

beijokas, Isabella

Vixi, isso é "melhor" que novela! :-)