« Apartamento 111 à Venda | Main | Tudo ao mesmo tempo agora »

Pane Siciliano: My Big Fat S Bread

Foram três dias para fazer este pão. Um dia para fazer a massa de fermento e descansá-la na geladeira. Outro dia para fazer a massa do pão em si. E mais uma noite com a massa na geladeira para retardar a fermentação e melhorar o sabor. E finalmente o dia de assar o tão esperado Pane Siciliano. Eu não tinha gergelim, então usei sementes de papoula, espero que não seja uma ofensa aos sicilianos ortodoxos.

Enfim, com a consciência tranqüila posso dizer que este foi definitivamente o melhor pão que fiz até o momento. Ficou crocante, o miolo bem poroso, leve (pela primeira vez, hooray!) e bastante saboroso. O gostinho de nozes por causa da fermentação longa é ainda mais especial quando se junta com as sementinhas de papoula.

Fiz a broa principal no formato do tradicional "S" italiano e mais alguns pãezinhos de lanche, inclusive um "s", que ficou ao contrário mas que eu comi rapidinho pra ninguém ver.

Pane Siciliano.JPG

Acho que agora finalmente estou entendendo melhor cada processo de se criar um pão. E também começo a sentir nas mãos quando a massa já está boa para fermentar, se precisa sovar mais, se precisa crescer mais antes de entrar no forno.

E nosso forno também está mais preparado. Outro dia fomos no B&Q para comprar uns azulejos de cerâmica rústica, sem verniz, sem nada, daqueles bem baratos que o povo pavimenta o quintal, jardim e outras áreas externas. Compramos uma caixa e pagamos baratíssimo. Coloquei duas camadas deles na grade do meio do forno e deixei nossa pizza stone na grade do topo. Tem funcionado muito bem.

Sicilian Roll.jpg

A satisfação de partir um pão, servir e comer sabendo que foi vocêzíssima quem fez, usando farinha orgânica, vocêzíssima quem transformou um monte de farinha indigesta num monte grudento e depois fez dessa massa um alimento cheiroso, bonito, prazeroso de comer, que há muitos milênios o ser humano vem fazendo em todas as culturas. Essa satisfação entra na sua boca junto com os pedacinhos da casca fina que se quebra na mordida, junto com o miolo fofinho que logo se desfaz e lá no fundo da sua garganta o gostinho do pão se derrete em essência de mais puro aconchego. Ahhh, a sensação é mesmo indescritível, se é que ainda não me fiz entender.

:o)


12 Comentários

Ai que fome! Ficou lindo demais, parabéns!

Ai que delícia! ficaram lindos seus pães!
beijos

Marcinha, querida, que delícia! Só acho o fim da picada você não ter aprendido isso antes do Natal!!!! :c)))))) Beijocas!

Só estou pensando quando é que eu vou poder saborear um desses maravilhosos pães... =D

Que lindo esse pão...se o sabor está como a aparência...Parabéns!

Marcinha, vitoria! Você chegou lá! Parabéns!

Que lindos !! Parabéns !!
clap clap clap clap (em pé)

Um beijo

Acho que você gostará, então, desta estória sobre padeiros: http://www.snoopycool.com/manga/japan/index.html
Especialmente, as reações deles ao provar dos pães ;)
p.s: encontrei este blog, procurando receita de pão integral no google, e adorei o seu modo de escrever/ser. :)

A foto do pão me deu água na boca. Aqui no Brasil são 8:30 hs da manhã e ainda não comi nem um paozinho ! Parabéns !

O seu pao esta lindo! Se for delicioso quanto a aparencia, esta de parabens!
Sera q poderia me fornecer a receita de pao, a mais facil q vc tiver, se possivel! Sou do interior de Sao Paulo e atualmente moro em Montreal-Canada.
Parabens pela habilidade! nao eh facil fazer pao!
Mirian Nishikawa

O pao esta lindo, como sempre! Bjs
Marcia (postando de Londres!)

Parabens Marcinha, voce esta indo muito bem, cada vez os seus paes estao ficando mais bonitos (e devem estar bem gostosos)!

Gabe se contaminou com esse 'virus do pao' tambem, mas usou mistura pronta para pao. Alias, onde voce pega essas receitas?

Beijos,