« Eleições no Império Britânico | Main | Cuide da sua audição »

The Voice I Hear

Ontem foi um dia bastante importante para mim.

Desde 2003, quando resolvi que precisava procurar um médico para me ajudar com a perda auditiva que tenho, estou pacientemente esperando para que o NHS providencie os aparelhos auditivos que preciso.

Primeiro enfreitei uma longa espera para fazer a ressonância magnética da minha cabeça no hospital. Depois esperei mais um bom tempo até que o otorrino pudesse me ver novamente e dar o resultado. Tudo normal. Passei finalmente para a fila mais esperada: a que me leva a uma consulta com um audiólogo para finalmente poder discutir as opções de aparelhos que o NHS pode me prover.

E nessa fila estou desde agosto do ano passado. Recebi uma carta do hospital dizendo que logo vou ser chamada, mas que ainda não há previsão de data. Na semana retrasada Martin ligou pra clínica e informaram que talvez no final deste ano serei chamada, mas que se eu quiser dois aparelhos vou ter que convencer o NHS para tal.

Martin perdeu a paciência e me propôs rasparmos as nossas economias e irmos a um audiologista particular e pagar do nosso bolso dois aparelhos, os melhores que o dinheiro pudesse comprar.

Em duas semanas fomos juntos em dois audiologistas particulares, ambos excelentes, que passaram uma hora inteira conversando comigo, cada um. Fiz a audiometria no mesmo dia, recebi explicações minuciosas do meu quadro, inclusive do tinnitus, o zumbido. Aprendi que por causa da minha perda auditiva, alguns nervos e neurônios que cuidam da audição começaram a trabalhar horas extras para compensar a perda e por isso acabo ouvindo o zumbido. Talvez, apenas talvez, os aparelhos ajudem. Aprendi também que eu tenho muita dificuldade de ouvir as consoantes nasais de cada palavra e as frases ficam muitas vezes sem sentido pra mim por causa disso. É como ler uma sentença cheia de buracos no meio. Meu cérebro, treinado há sete anos, acostumou-se em advinhar o que as pessoas estão falando, mas é sempre frustrante e triste.

Ambos audiólogos me mostraram quais aparelhos o NHS oferece (apenas os mais básicos) e quais os disponíveis no mercado. Falaram sobre as diferenças, os preços, as vantagens, sem empurrar nenhuma venda pra gente. E também foram bastante honestos comigo, avisando que eu nunca mais vou ter a audição natural e boa que tive antes, mas que os aparelhos vão me ajudar bastante a recuperar minha liberdade e minha confiança.

Voltamos pra casa cheios de informações, folhetos, catálogos. Pesquisamos opiniões, modelos, tecnologias. E finalmente nos decidimos por um.

Então ontem foi o dia que passamos mais uma hora conversando com o audiólogo e finalmente decidimos ir em frente. Fiz dois moldes de cada lado do meu ouvido, muito estranho mas nem um pouco desagradável. Parece um grande chicletão macio entrando no ouvido.

E decidi também pelo modelo dos meus aparelhos. Há atualmente modelos minúsculos e imperceptíveis. Mas eu decidi por aqueles que ficam atrás da orelha. Todos custam o mesmo preço, você é que escolhe o tamanho de acordo com o seu gosto. Mas há uma grande diferença: quanto menor o aparelho, menor o espaço para colocar tecnologia. Quanto maior, mais tecnologia e programas são possíveis. Então decidi que queria os que tivessem mais tecnologia. Afinal, não vou ter vergonha nenhuma de usá-los, não há razão para escondê-los.

O aparelho vai ser da Siemens, modelo Acuris S, que é o state-of-art, o mais avançado dos aparelhos atuais. É digital, completamente automático, tem dois microfones (os aparelhos pequenos só têm um) e com wireless comunication! Se eu estiver em um lugar barulhento (restaurantes, pubs, concertos) e alguém estiver falando comigo, o aparelho diminui o barulho ambiente e amplia o som da voz em primeiro plano. Se alguém estiver falando comigo do lado esquerdo, o aparelho do lado direito ajusta, em milésimos de segundo, automaticamente para me dar a sensação de espaço, para saber de onde vem o som. Fora isso vai ter Telecoil que funciona através de freqüências de rádio. Bancos, correios e outros órgãos públicos têm telecoil nos caixas e as vozes dos atendentes vão direto pro meu aparelho. E tudo vai ser programado de acordo com minha audiometria, então o aparelho vai automaticamente ampliar os sons de acordo com a minha própria necessidade.

E não pára por aí! O mais importante de tudo -- e que vocês nem vão crer -- é que eu pude escolher a cor! Sim, nada daquelas coisas cor de pele ou cinza, tudo sem graça e austero demais pra mim. Nãonãonãonão. Os meus, dos dois lados, lindos e queridos, vão ser pink! Oh yes, pink. Mais pra vermelho do que pink, na verdade, e transparentes. Causei furor na sala de consulta, com Martin e o médico repetindo "Are you sure?!? Are you sure?!?". Depois ambos caíram na risada fazendo piada que vai ser o acontecimento do ano na fábrica da Siemens ("Somebody ordered a pink one! What?! Pink?!"). Mas nem liguei, são meus e se eu vou ter que usar dia após dia após dia de todos os dias da minha vida, que eles sejam pelo menos alegres e divertidos. Por fim o médico disse "why not, you're totally right".

E, mesmo sendo os maiores da linha, o aparelho é tão pequeno e leve, bem menor do que eu imaginava, nada que lembre aqueles gomos de mexerica de antes. Então em pink vão ficar umas coisinhas bem bonitinhas, parecendo umas jóias. Depois eu mostro aqui. Vou ter 30 dias para decidir se quero mudar de modelo ou se quero meu dinheiro de volta, o que nos dá bastante tranquilidade. Ah sim, compramos dois pelo preço de um, porque estava em promoção, viva! (Não que tenha ficado barato, longe disso)

Enfim, estou ansiosíssima para receber meus aparelhos, que vai ser no dia 6 de Maio. Felicíssima da nossa decisão. Felicíssima com a cor pink. Felicíssima com os aparelhos que custaram boa parte das nossas economias, mas que para mim vai ter um valor incalculável.

Hooray!! Hooray!!

:o)


25 Comentários

Marcia, fiquei muito feliz em saber dessa novidade! Espero que vc seja ainda mais feliz com seus aparelhos...
sabe q sou audiologista tb, mas nunca vi um aparelho que nao fosse de cor neutra? Vou adorar conhecer os seus aparelhos pink, qdo vc os colocar aqio no blog.
Aposto que vc ficara ainda mais bonita e fara muito sucesso com os aparelinhos pink.
Muitos beijos.

Adorei a sua abordagem quanto aos aparelhos auditivos. Eu sei que não teria coragem de fazer o mesmo...! Boa sorte com a adaptação! :)

Márcia,

Muito boa sorte com o seu aparelho. Espero que você ouça muitas coisas boas com ele.

Oi Marcia,

Parabens, e isso ai, ja tem que usar mesmo e nao tem outro jeito, o melhor e tirar o maximo de proveito, certo!!! Adorei saber que vc vai voltar a ouvir bem de novo.

Flavia


Que maravilha, filha!
Pelo que você escreveu, noto que os médicos ingleses são muito mais interessados em ajudar os pacientes, não?
Aqui,eu me sinto descartada pelo otorrino, por assim dizer. Depois que o convênio mudou de hospital, percebi que a médica que me atendeu não têm interesse nenhum em ajudar a resolver o problema da minha surdez. Simplesmente, ela disse que a surdez é por causa da idade e não tem jeito, e estendeu a mão para dizer tchau.
Com outro otorrino, do outro hospital, tinha feito muitos exames e tinha esperança de poder voltar a ouvir melhor. Com a mudança do convênio, tudo foi água abaixo.Boa sorte para você. Beijão

Mãe, nem todos os médicos aqui são bons. O otorrino do sistema de saúde (NHS) me atendou em 50 segundos e nem olhou pra mim. Esses que me deram mais atenção são particulares, apesar da consulta ser de graça eles ganham um dinheirão com a venda. Mas você tem que insistir, procurar outro médico, pela terceira, quarta vez, até que encontre algum bom. Beijos.

Don't worry... Qto mais coloridos melhor... Tenho uma amigo que morava em Londres e escolheu um em verde... Muito massa... Qto a vergonho... eheheheh ... Vergonha é roubar e não poder carregar... Se for pelo teu bem-estar... que seja do tamanho que for, da cor que for... Agora cê vai ficar blezinha... Conectada com o mundo auditivo... Tá me ouvindo? Espero que seja em alto e bom som... eheheh

Xau

um beijo beeeem estalado para você!

Oi Marcinha,

Que bom que vai receber seus aparelhos, que aliás são pra lá de chiques hein? Ultra modernos e fashion total!! Acho que vão ficar lindos em pink!
Quanto a vergonha é exatamente o que o Nando disse: Vergonha é roubar e não poder carregar :)
Eu tenho uma cicatriz bem grandinha no pescoço (fiz uma cirurgia ano passado) e não dou a mínima pra ela!! Tem gente que olha e diz: "Ah vc pode colocar um colarzinho pra disfarçar" Ah, fala sério né? Mas tudo bem, são comentários de pessoas que querem ajudar e só atrapalham.
Fico feliz por você!
Beijinhos, Isabella

Marcinha, O sistema de saúde daí nem é tão eficiente assim, não é mesmo? Mas felicito a você por poder resolver uma questão fundamental pra todo ser humano que é ouvir bem.
Um abraço a vocês...

Eeeeehhhh!!!! Salve, minha amiguinha! Puxa, depois de tanto tempo, chego aqui e encontro essa notícia ótima! Parabéns!!! Sabe q me identifiquei bastante com a sua história? É impressionante como a gente resiste tanto a aceitar os "defeitos", quando na verdade aceitá-los e conviver com eles é tão mais simples... Foi assim com a minha depressão... meus neurônios não processam direito a serotonina... Fazer o q, não é mesmo? Vamos tomar remedinho... E fica tudo tão mais fácil de lidar... Usar óculos, tomar bolinhas ou usar aparelho auditivo: qual a diferença? O importante é ser feliz e já que existe a ciência vamos usá-la pra ser feliz, né?
Beijo enorme de grande procê!!!!

eu fiz uns tapa ouvidos pra natação, sob medida, e o molde foi feito desse jeito que vc falou, a moça injetou cuidadosamente uma coisa tipo um chiclete, mesmo; dá um nervosinho, mas nem dói!

ah, e, de uma forma torta, é consolador saber que também aí existem maus médicos.
porque apaga aquela imagem de que precisamos sair do nosso país pra alcançar o paraíso, onde tudo funciona bem.
podemos e devemos arrumá-lo por aqui mesmo, né.

adorei seu relato, como sempre.
:-)))
beijos!

Nosssaaa vai ficar podre de xike com a super audição rosa, parabéns!
E médico ruim não é prerrogativa nossa não, minha irmã q mora lá nos USA foi no gineco e ele diagnosticou que ela tinha 'síndrome de lua de mel' pode isso?
Beijos e queremos fotos lindas!!!

Parabéns Marcinha!


Beijo grande em vcs pela conquista!

Querida amiga, estou TÃO FELIZ por você! Parabéns! Que alegria ter resolvido esse problema. E ainda mais com aparelhos pink! Meu deus, que luxo! Agora sim eu simplesmente TENHO que ir te visitar pra ver suas mais novas aquisicões! :c)))

Um beijo carinhoso!

Marcinha, faço parte do rol dos ansiosos em ver os tais aparelhinhos pink. Pena que não são mais acessíveis, né? Senão podia ter de várias cores, para combinar com o estado de espírito do dia.
Lembra que aqui no Brasil tinha uma propaganda na Tv, dessas de comprar pelo telefone, que era de aparelhos auditivos e que eles alertavam no final que você ia poder ouvir tudo o que falavam, mas que não era pra usar este "poder" pra ouvir as conversas alheias.
Penso que se fizerem um remake de A Mulher Biônica podiam te chamar pra estrelá-lo, não? Agora que está com ouvidos poderosos!
Brincadeiras à parte, que bom que conseguiu resolver algo que te incomodava tanto.
beijo

Ieba...vou ter chance de ver vc com os pinks em açao...:)
Querida amiga, nao imagina a felicidade que tenho lendo isso...lembro da gente saindo e vc falando que estava com problemas de audiçao (e que me senti super culpada depois achando que tinha sido minha culpa a gente ter ficado tao perto das caixas).....Muito contente com isso tudo. Um super beijo

Feliz demais por você, Marcilda! Agora vão dizer que você tem ouvido de tuberculoso! (já ouviu falar disso?!)
Um beijo e boa sooorte!

PS.: Adoreeeei a cor!

Marcinha querida, que ótima notícia! Estou super curioso pra saber da sua experiência com os aparelhos e CLARO vê-los.
E quanto à escolha da cor PINK, são essas suas "marcices" que me fazem seu fã! ;o)
Smacks e *pisc* *pisc* *pisc*

Como eu li o seu arquivo em algum dia perdido no ano de 2003, eu sabia do seu problema auditivo e fico MUITO feliz de ver que vc está dando passos seguros na intenção de resolvê-lo. Parabéns.

Eu não sou lá muito fã de pink, mas a idéia é ótima :)

Beijos

marcia,

entrei no seu blog por acaso. um feliz acaso!! delicioso!adorei a maneira como vc escreve, misturando o cotidiano e culinaria.

sou jornalista, moro em teresina, piaui, apresento um programa de tv a sou apaixonada por culinaria. adoro ler sobre o assunto e muitas vezes me aventuro na cozinha.

a partir de agora, vou passar sempre por aqui e me preparar para sair com agua na boca depois de ler sobre as delicias que vc escreve e prepara.

um abraço

Hahahaha muito legal, Marcinha. Depois que receber os aparelhos, coloque uma foto para a gente ver, pois no site só tem foto deles prateados. :-)

Agora, fiquei impressionado com os recursos dos bichinhos. Muito bacana. Entre passar o dia martelando na bigorna e os papagaios aqui em casa, estou vendo que logo logo vou precisar de uns desses também. Mas não vão ser pink. ;-)

Encontrar no país que mais amo,uma menina
(e q importa se tiver 15 ou 50?)
que além de criativa é minha xará...
Claro q o encontro foi tão casual qto virtual, pois estou no brasil(rs)...
encontrei em seu blog a delicadeza temperada com a autenticidade, e virei fã...
a propósito: estou curiosa pra conhcer este "brinquedinho" pink
um grande bjo

Marcinha, voces estao certissimos na decisao que tomaram, com saude nao se economiza! E parabens pela sua decisao em levar o problema com tanto bom humor, voce esta fazendo muito bem :) Meu avo teve perda de audicao mas sempre se rebelou e nao quis usar nenhum aparelho, mas ele perdeu muito na vida por causa disso. A gente tem mais e que fazer como voce e encarar o problema de frente, e viver melhor! Beijos,

Dear

Pena que só li isso hoje, senão saía palpitando antes. Adorei a escolha da cor pink: a escola Bauhaus já diz que pessoas "inverno" (pele clarinha, olhos e cabelos escuros) ficam muito bem com PINK. É uma combinação 100%.
Se você estivesse aqui, pegava sua mão e te levava na minha prima, muito querida e muito p´roxima, que é o supra sumo em audiologia neste e em muitos outros países. Po-de-ro-sa mesmo. Enfim, se pintar alguma dúvida, alguma coisinha que vc queira saber, me avisa que eu falo com ela, tenho certeza absoluta que terá o maior prazer em trocar emails deliciosos com você.
Enfim, é isso.

Um beijo grande e mais uma vez, parabéns pela escolha!