« New Arrival | Main | Basic Mistake »

The Piano Man

Pianoman.jpg

Como a Bia Badaud havia pedido maiores informações sobre o caso, aqui vai a história deste pobre moço da foto acima. Ele foi encontrado vagando pela praia de Kent, com roupas bem alinhadas, terno preto, camisa branca, gravara, todas ensopadas, e um maço de partituras nas mãos. A polícia e o serviço social recolheram a pobre alma e tentaram descobrir quem ele era. Mas o moço, aparentemente em estado de choque, não pronuncia nenhuma palavra e permanece em silêncio catatônico.

Ele foi levado para o Medway Maritime Hospital para fazer exames e lá recebeu papel e caneta para tentar se comunicar, caso fosse estrangeiro ou surdo ou mudo. E para a surpresa dos médicos e enfermeiros, o moço que não diz nenhuma palavra produziu este desenho:

Pianoman2.jpg

Espantados, os médicos então o levaram para a capela do hospital e colocaram-no de frente a um velho piano. E então, mais inesperadamente ainda, o silencioso paciente deu um verdadeiro espetáculo, tocando música clássica ao piano magnificamente por várias horas seguidas.

Até o presente momento, ninguém tem nenhuma pista de quem ele é ou de onde vem. Alguns intérpretes da Europa Oriental foram chamados para tentar falar com ele, mas o silêncio continua sendo sua linguagem quando não está ao piano. Ele parece, no entanto, entender inglês e talvez seja um britânico mesmo e não um refugiado, como foi a primeira suspeita.

Orquestras do mundo todo estão sendo contactadas para ver se alguém conhece este cidadão. E também a National Missing Persons Helpline está fazendo um apelo para que qualquer pessoa que o reconheça traga alguma luz ao caso.

Os psiquiatras que estão tratando do Piano Man, como ele está sendo chamado, disseram que ele está muito assustado, muito estressado e traumatizado. Vai ficar sob custódia da clínica psiquiátrica até quando for necessário.

Segundo o serviço social, há a possibilidade de que o próprio pianista deseje ser um anônimo para sempre. Suas roupas tiveram as etiquetas cortadas e seus sapatos também não têm marcas. Resta saber se isso foi sua vontade própria ou por alguma razão fizeram isso a ele. Mas se ninguém reconhecê-lo e confirmar seus dados, corre-se o risco de jamais sabermos o seu nome ou de onde ele vem.

Seja por um trauma, por amnésia ou mesmo por vontade própria, a história do Piano Man não deixa de ser muito, muito triste.

:-|

Update 18/05: um polonês que mora em Roma reconheceu o Piano Man e alega que ele é um músico de rua francês. A polícia diz que é uma possibilidade, mas até que se prove, isso continua sendo apenas uma possibilidade. Os médicos acreditam que ele sofre de algum grau de autismo. Austistas têm a capacidade de desenvolver habilidades de forma espantosa, ao mesmo tempo que não conseguem interagir com o mundo. Arrancar etiquetas das roupas também é um indício de comportamento obsessivo comum aos autistas. Mas nada disso ainda foi provado no caso do Piano Man, que simplesmente se esconde visivelmente aterrorizado embaixo do edredon ou se recolhe encolhido num canto da sala quando alguém tenta falar com ele.

Update 18/05: a irmã do músico de rua francês negou a informação e eu tirei o suposto nome do update acima porque o pobre coitado não tem nada a ver com a história. Estaca zero novamente para o Piano Man.


17 Comentários

Oi Marcinha,
Aqui na Alemanha estao falando tanto nesse caso. Eh muito tocante a historia desse homem, digno de um filme de hollywood. Espero que descubram logo quem ele eh.
bjs

Lia, na verdade há um filme com uma história muito parecida com a dele. Chama-se "Shine" com o ator Geoffrey Rush, que interpreta o pianista australiano David Helfgott que também sofreu um trauma e só conseguia se expressar através da música. Geoffrey Rush ganhou o Oscar em 1996 por essa performance.

Queridoca, a imprensa sueca está em polvorosa com esse homem. Dizem que ele desenhou uma bandeira sueca atrás do papel em que desenhou o piano. Agora os jornais populares perguntam em suas primeiras páginas se alguém o conhece... Que coisa.

PS.: Não tô conseguindo acessar o Montanha desde cedo... :c(((

poxa, eu imaginei que, se ele toca tão bem, deveria haver poucas escolas de piano onde ele poderia ter adquirido formação, daí seria até fácil saber mais sobre ele...

obrigada pelos detalhes, Marcinha, foi muito legal ver a foto dele, e o desenho também.

:-)

Nossa,coitado :o(

Ai gente, o que erá que esse moço tem que esquecer? :o(
A gente pede a Deus que tome conta do seu coraçãozinho....

Mary queridoca, na verdade a bandeira que ele desenhou foi com lápis preto no papel branco, sem cor nenhuma. Então a cruz poderia ser tanto da bandeira sueca como da inglesa. Quando eu li essa notícia fiquei com vontade de gritar "Dêem a ele uma caixa de giz de cera coloridos, catzo!!" :o)

Alguma chance deste moço estar desempenhando algum papel? De estar apenas querendo chamar atenção para si?
Seria até bom, né? Significaria que não existe nada tão ruim para ser esquecido.
Acho que ando meio cética e desiludida demais.

Sim eu li sobre esse caso, estranho ne? Cada coisa, so na Inglaterra mesmo...

Eu li isso no jornal e acho muito estranho. É coisa de teve, e isso realmente está acontecendo... Bizarro.

Eu tinha lido sobre esse cara... muito esquisito. Logo logo alguém faz um desses filmes "baseados em fatos reais" com ele.

HO0OHOHOHOHOHO, pode crer, queridoca! Mas, os jornais sensacionalistas num tão nem aí! Já estouraram as manchetes dizendo que o cara é sueco! (Isso porque ele é um virtuoso pianista. se fosse apenas um doido esquecido DUVIDEODÓ que os suecos iriam sequer se importar com ele...)

Li o contrário, que ele não é um virtuoso pianista. Parece que toca notas simples e repete sempre as mesmas músicas.

Oi Marcinha,
nao conhecia esse filme, vou procurar saber. Eu vi hj sobre a possivel identificacao dele. Espero que estejam certos.
bj

Ola Marcia!Tbem sou brasileira vivendo na Inglaterra, moro aqui a 8 anos sou casada com um ingles e tenho um filhinho de 16 meses... vim ao seu blog pelo o da Lu Brasil. Estou tao distante de noticiarios nessa minha vida de mae que nao vi essa manchete!! rsrsrs Adorei o blog, ja esta nos meus favoritos

que história!
tô acompanhando por aqui!
:)

Talvez ele seja um anjo, como aquele do filme "Cidade dos anjos"