« With Sympathy | Main | Eye lifting, anyone? »

A Gentlemen's Game

Eu nunca liguei, nem nunca me importei e muitas vezes até tirei o barato daqueles moços com seus coletes de lã. Mas ontem a partida de cricket England vs Australia estava tão emocionante e tão tensa que não deu para ignorar mais. A mesma partida já durava quatro dias e podia terminar em cinco minutos, como podia demorar mais um dia inteiro. Martin me explicou o básico e ficamos esperando pelo desfecho da partida. Até que finalmente, quando a vitória já parecia encaminhar para os australianos, num lance perfeito vencemos!

flintoffleecrop-8327.jpg

Cricket não tem absolutamente nada a ver com baseball, como uma vez pensei. Nada de gente mascando chiclete no campo, nem cuspindo na areia, nada de lucky socks, nada de luvas feito cestas, nada de coaches berrando, nada de hot dogs na torcida, nada disso. É um esporte centenário e que condena qualquer incidente de violência. Porque cricket é sobretudo um esporte de cavalheiros.

E o cavalheirismo do cricket inclui também vencedores consolando os perdedores logo no final de uma partida, como o inglês Andrew Flintoff fez com o australiano Brett Lee, contratulando-o 'You have got to be proud of what you have done there', na foto acima.

A partida de ontem, aliás, faz parte de um campeonato chamado The Ashes e existe desde 1882 quando a Austrália venceu a Inglaterra em casa, levando embora "as cinzas do cricket inglês". Desde então a Inglaterra pede revanche para recuperar "suas cinzas". As partidas são, portanto, somente entre esses dois países. Vence o país que ganhar 3 das 5 partidas, sendo que cada partida dura em média quatro dias. A de ontem foi a segunda e a Inglaterra está empatada com a Austrália. Há dezoito anos a Inglaterra não vence seus rivais e está mais que na hora das cinzas voltarem pra casa.

215_1508.jpg

Mais tarde, Martin me explicou mais detalhadamente as regras e os nomes de cada item que compõe o cricket. Eu fiz os desenhos e ele se encarregou das explicações. Agora que estou entendendo melhor, estou até gostando de assistir e principalmente de torcer! Tem um campo de cricket aqui perto de nossa casa e qualquer dia levo minhas pipocas por lá com uma garrafa de Pimms.


11 Comentários

Oi Marcia, tudo bem?

Eu nao entendo nada de baseball e nem de cricket, o Paul e meio traumatizado, pois qdo jogava cricket na escola levou uma bolada na cara (um cara nao muito esportivo podemos dizer, hi, hi, hi). Tadinho, deve ter doido muito, mas por isso ele nao suporta cricket, entao eu tbem nao me entusiasmo muito. Mesmo por que aqui nos States ninguem liga para esse jogo.

Entao a gente fica com o futebol mesmo, eu torcendo pra Leeds e Sao Paulo, ele pra Chelsea e fica tudo por isso mesmo...

Beijinhos!

Putz, Marcia, qdo vivi por essas terras ficava curiosa, mas nunca entendi o jogo..Qdo vc tiver bem familiarizada, vc podia passar pra gente! O que acha?! Beijos pra vc!

UAU! o que mais gostei foi do desenho!!

Marcinha, posso estar enganada, mas se nao me engano o jogo que chamamos de "taco" no Brasil e que e jogado nas ruas dos suburbios do Rio e' uma "versao" do cricket. Eu joguei muito quando era crianca, e outro dia tinham uns indianos me explicando como e' o jogo de cricket e eu achei super parecido. Agora vendo o seu desenho, estou mais com a "pulga atras da orelha" ainda! ;) So nao entendo porque o jogo leva tanto tempo, voce pode explicar? Beijos,

Hahahaha adorei o desenho. Agora tem que colocar a explicação que vai junto né? :-)

Poxa, Mr.M disse que ia nos explicar mas näo o fez! :c( Mas essa coisa das partidas durarem por quatro dias ainda é um pouco demais pra mim...

Mas você está uma perfeita súdita da Rainha Elizabeth, hein, até cricket você está assistindo! Não entendo lhufas de cricket, nunca procurei entender, sempre achei um esporte um tanto machista - eu pelo menos nunca vi mulher jogando cricket, e poucas assistem. Admiro seu esforço em entender um esporte que para mim soa tão estranho - apesar de achar os pulôveres brancos deles um charme! Em outra vida eu trabalhei no Lord´s como garçonete, e via o povo todo sentado lá, comendo e bebendo o dia inteiro nas corporate boxes...o jogo é também um evento social, favorecido pelo ritmo mais tranquilo, e atrai um público de nível bem melhor do que o de futebol, por exemplo.

Bandiô de vez pro outro lado do Canal... rs

Marcinha,
Críquete é aquilo que a Alice jogava com os flamingos no livro Alice No País das Maravilhas?

Cricket, MArcinha, cricket? hohohohohoho, por essa eu não esperava! :o)

Ah, cê tá sumida...Beijos e espero que esteja td ótimo c/ vc!