« Full House | Main | We're back in town »

England Regain the Ashes

O jogo, que começou em meados de Julho, teve seu triunfante desfecho hoje a tarde, com a vitória da Inglaterra em 2 a 1.

0,,227628,00.jpg

O troféu é a réplica da pequena urna de cerâmica que contêm as cinzas dos stumps e bails que foram cremados quando a Austrália fez o que na época, 123 anos atrás, era considerado o impossível: bater o invicto time inglês. Após a trágica partida em 1882, foi publicado nos jornais um anúncio na seção obituária, declarando a morte do críquete inglês.

0,,54966,00.gif

Durante esses longos meses e partidas absolutamente eletrizantes, aprendi bastante sobre a história do Ashes, os jogadores, as regras. O pai de Mr.M foi jogador de críquete da liga de Cumbria quando jovem (e por coincidência meu papis Seu Jorge também jogava baseball pra cidade dele) e me ajudou a entender como os arremessos e rebatidas são feitos para causar o efeito desejado. Mas além dos detalhes técnicos, também me divirto com os breaks durante as partidas pros jogadores tomarem água e comer banana, fazerem pausa pro almoço e chá da tarde (!!). E também gosto de ver os jogadores de ambos times sendo solidários quando alguém se machuca, dos aplausos da platéia para os australianos quando eles merecem, dos trejeitos dos juízes, das dancinhas com as mãos quando o time faz 4 ou 6 pontos, das sinceras risadas e abraços entre jogadores rivais, que na verdade são amigos bem próximos fora do campo.

_40792802_grantpa300.jpg

Enfim, agora sou fã. Também não tinha como ser diferente depois de acompanhar entusiasmadamente cada dia de partida em três meses. Mesmo quando saíamos para nossas caminhadas cada vez mais longas, que agora chegam a 15km, dávamos um jeito de perguntar prum sorveteiro quanto estava o placar. Durante este último test, Hugh Grant (acima) também estava prestigiando na platéia do Oval, em Londres. Bom saber que nós dois temos tempo de sobra pra torcer pro time inglês. Se alguém tem que fazer essa tarefa árdua, que sejamos nós não vocês.

0,,227613,00.jpg

E entre os momentos emocionantes da partida de hoje, uma imagem marcou o dia: o australiano Shane Warne (acima), que é considerado o melhor jogador de críquete dos últimos tempos, se despediu do campo, da platéia e do Ashes, agora que chegou a hora de se aposentar. Well done, Warne.

Mas nem Shane Warne, nem Brett Lee foram suficientes para segurar os três leões ferozes. Merecida vitória do time de Vaughan, que realmente jogou fenomenalmente bem e revelou grandes heróis como Flintoff, Jones e Pietersen. Até a Rainha, Dona Beth, enviou uma mensagem congratulando a atuação do grupo neste verão: "My warmest congratulations to you, the England cricket team and all in the squad for the magnificent achievement of regaining the Ashes."

As cinzas voltaram para casa depois de humilhantes 18 anos sem vencer os rivais australianos e delas renasce o velho e bom críquete inglês. Oh jolly good day!

0,,227627,00.jpg


5 Comentários

Deve ter sido um final emocionante! :) E a comemoracao tambem! Teve alguma comemoracao "popular"?

Oi Marcia, sou nova por aqui... vc sabe que eu ja tentei entender esse jogo, mas nao da... tenho muitos amigos britanicos aqui nos States, e eles comentam animadamente sobre o tal, mas mesmo assim eu fico num duh! a la Homer simpson!

Oi Marcinha, as férias foram boas? sentimos tua falta, seja bem-vinda ao lar!

Oi Marcinha, Que bom que voltou!

Welcome & Cheers England!

Como foram de ferias? Passearam bastante? e o Casamento?

beijinhos.

Oi Márcia, como vai você? Queria deixar um grande abraço pois tem tempo que não venho aqui!