« 2006 Here We Go | Main | Welcome, Ana Beatriz »

The Whale's Statement

Acho que a maioria de vocês acompanhou o triste desfecho da tentativa de devolver ao mar a baleia que estava perdida no centro de Londres. Aqui, a Sky News estava transmitindo imagens do transporte em tempo real durante o dia todo e obviamente toda a nação estava torcendo para o nosso querido visitante ser salvo e reencontrar sua família.

E corações se quebraram às sete da noite com a notícia que a baleia havia morrido a caminho do Atlântico. A embarcação que a carregava apagou todas as luzes, veterinários, biólogos e marinheiros não esconderam as lágrimas de desapontamento e tristeza.

"Quando você está diante de um animal daquele tamanho e ele está olhando diretamente nos seus olhos, você se pergunta no que ele está pensando, se sabe o esforço imenso que todos estávamos fazendo por ele. Havia muitas muitas lágrimas", descreveu o membro da brilhante British Divers Marine Life Rescue.

Triste fim, mas sinceramente acredito que a baleia deixou sua declaração pública pro mundo inteiro bem ali na frente do Parlamento de que há algo muito errado em nosso oceano. Não apenas na quantidade absurda de lixo que jogamos, mas também na poluição sonora com a quantidade excessiva de sonares que desorientam a fauna marinha tragicamente. Mesmo que por acidente, mesmo que sem propósito heróico algum, sua visita desencadeou investigações profundas do desequilíbrio que a trouxe nas águas do Tâmisa. Mais que isso, fomos espectadores de algo incomum nos dias de hoje. Num mundo onde não há mais escrúpulos ou limites para a crueldade contra animais, num mundo onde baleias são nada menos que fonte de renda, assistir a voluntários de várias áreas unindo esforços para resgatar aquela única criatura desorientada e fraca, ouvir a multidão nas margens do rio aplaudindo e fazendo coro "go, boy, go!" torcendo para sua sobreviência, nos faz no mínimo ainda ter esperanças na humanidade.

"Go, boy, go..."

0,,261069,00.jpg

9 Comentários

ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!
q tristeza!!!! foi muito triste mesmo :|
ainda assim tbém acredito q ela cumpriu bem a sua missão trazendo a mensagem de help da natureza, dos animais da terra do mar do ar ... que Deus receba sua linda alma ela tinha uma carinha de anjinho :)

[]'s tenha um bom domingo!

Oi Marcia, eu tambem senti muito por essa baleiazinha. Mas acho que ela veio pra isso mesmo. Pedir socorro. E uma pena né? Ela teve que vir aqui, sacrificar sua vidinha. E o pior é que as pessoas nem entendem...
E vc como esta? ja estava com saudade!
Sabe quando vc nao escreve eu volto a ler o que vc escreveu nos anos passados.
Gosto tanto de vc Marcia! Sempre falo de suas experiencias com minhas amigas e quando me refiro a vc chamo vc de amiga. As veses eu esqueco que nao nos conhecemos pessoalmente.
Mas tudo bem vc é minha amiquinha secreta!

Um bracao linda!
ate o prox poste!

oh, Deus.
agora ela está no céu das baleias. um oceano lindo, limpinho, cheiiiiinho de peixes para ela comer, navios afundados para quando ela quiser brincar de exploradora, um céu azul bem bonito para quando ela subir para respirar.

só não consigo compreender como ela entrou no tâmisa. mesmo.

:-( Que triste que ela morreu. Infelizmente os governos continuam ignorando a questao ambiental. Mesmo os governos que fazem alguma coisa estao fazendo 1/10 do que deveriam, se tanto. Nao vou nem comentar o governo dos EUA, que deveria dar o exemplo (tem tanto dinheiro que poderia ser usado pra poluir menos) e e o primeiro a nao se comprometer...So vao fazer alguma coisa quando for tarde demais, a la "Day After Tomorrow".

Marcia, este teu comentário sobre o incidente da baleia diz muito sobre a tua pessoa, tua formação. Uma reflexão invejável.Um grande abraço.

Que coisa chata, não? :-(

Uns meses atrás apareceu uma beluga aqui nadando no Delaware. Não podia estar mais longe de casa, a coitada. Vagou para cima e para baixo no rio, evadiu captura, e no final das contas nem sei que fim levou.

Eu estava assistindo "Cosmos", a série do Carl Sagan, e lá ele fala que a poluição sonora dos motores de navios (que fazem barulho na mesma faixa sonora que as baleias usam para se comunicar) no oceano reduziu o alcance da comunicação das baleias, que antes era algo em torno de 10,000 a 15,000 milhas, para apenas algumas centenas de milhas. Antes da gente funhanhar com tudo, uma baleia podia falar com as amigas do outro lado do planeta, quase. Hoje em dia... mal consegue ouvir as vizinhas. :-(

:'(
Tadinha dela... Estava muito apreensiva esperando que os biólogos divulgariam ao mundo hoje uma boa notícia mas infelizmente não foi possível, apesar de seus esforços diligentes.
Parte chata: menos uma baleia no mundo.
Parte boa: Finalmente as autoridades mundiais atentaram-se ao fato de que algo muito prejudicial está acontecendo com os pobres cestáceos e que o melhor é mudar a freqüência de seus sonares - FINALMENTE!!

Um beijo e se cuida.

A saga foi bem comentada aqui no Brasil também e fiquei bem triste com o desfecho. Que de fato esse incidente coloquem as pessoas para pensar. bjs,

Infelizmente parece que precisamos de fatos trágicos para que possamos abrir os olhos e os corações para entender o que está a nossa volta.
Por que antes de tudo isso acontecer algo já não foi feito, porque precisamos que animais morram para que a gente entenda que está fazendo mal ao nosso próprio mundo. Não seria mais fácil se em vez de consertar a gente preservasse?