« The Chanchu Typhoon | Main | A Trip to Hong Kong »

Our Sweet Non-Permanet Home

Finalmente nos mudamos para um apartamento no último domingo. E é difícil descrever como estamos imensamente mais felizes e à vontade aqui.

Temos mais espaço, mais conforto, mais privacidade, mais liberdade. Foi bacana morar sete semanas em um hotel cinco estrelas, mas confesso que entramos aqui sem olhar para trás. E é tão bom ver que temos nossas coisinhas agora pelos cantos, nossa própria forma de transformar este imóvel em um lar, sem interferências ou intrusões, só nós dois, do nosso jeito.

E maravilhas das maravilhas: agora temos uma cozinha! Pequena, é verdade. Nem forno convencional tem. Mas é funcional, a empresa equipou com tudo o que a gente queria e já fizemos muitas agradáveis refeições aqui. Agora posso tomar meu café da manhã de pijama, assistindo TV, no horário que bem entendo. No hotel eu precisava me trocar e me vestir decentemente, ir pro 43º andar no restaurante com vista panorâmica e esperar a garçonete me mostrar onde eu poderia sentar. Depois de responder "não, obrigada" a uma lista de ofertas, eu finalmente poderia me servir no buffet. E uma vez sentada eu seria vigiada por garçonetes ávidas a retirar meu prato usado, encher minha xícara, trocar meu copo. Bacana no começo, mas depois de certo tempo tudo o que você quer é ser deixada em paz com seu livro e sua xícara e seu pedaço de pão.

E é essa paz que temos agora. Para nós isso é mais que cinco estrelas.

Outro aspecto importante desta mudança é que saímos da asa da equipe do hotel que era fluente em inglês. Agora tudo é por nossa própria conta, sem concierges, sem recepcionistas. Mas não tem sido tão difícil porque mesmo no hotel a gente preferia não pedir muita ajuda. Já tomo taxi sozinha para vários cantos, sempre me preparo antes de sair, sempre coleto folhetos ou cartões dos lugares que quero voltar, assim basta eu mostrar pro motorista aonde quero ir. Aprendi também a dar direções como "à direita", "em frente" etc.

Na verdade, taiwaneses em geral são muito amigáveis quando percebem que somos estrangeiros e estão prontos para ajudar, como nunca vi em nenhum dos outros países que já visitei. Ontem por exemplo eu queria comprar sopa com noodles num lugar que eu gosto, mas queria trazer pro apartamento porque estou bastante resfriada e febril e queria voltar pra casa e não comer na praça de alimentação. Eu não sei como diz "pra levar pra casa" em Mandarim, mas perguntei se poderia ter o noodles "na sacola" e a atendente me entendeu, mostrou os potes descartáveis e a sacola de plástico e eu concordei com a cabeça e tudo deu certo. A atendente ainda deu um imenso sorriso e acenou falando "bye bye! bye bye", pequeno gesto que fez meu dia. Outro dia numa lanchonete fiz a mesma coisa quando quis comprar um sanduíche e o atendente foi bem legal e respondeu em inglês "sure, one minute" e voltou com um copo de chá com limão bem gelado e fresquinho enquanto eu esperava meu lanche pra viagem ficar pronto. São uns doces, em geral.

E estou muito satisfeita de ter saído do casulo protegido do hotel e estar agora mais pé no chão, entre eles. Com eles.


14 Comentários

Essa é a Marcinha!
Que orgulho que eu sinto de vc! Mulher valente, corajosa, que sabe aproveitar o que a vida tem lhe dado.
Parabéns amigona! Cris

Marcia, que bom ter seu cantinho agora! Nada como a casinha da gente, ne?!!
Nao precisa muito, nem espaco demais, saber q estamos seguros e no nosso lugar ja eh o suficiente, ne?!!
Tomara q tudo de certo no seu novo lar! E ve se toma umas sopinhas quentinhas p/ sarar dessa gripe logo!!
Beijos!
Ana

Que bom, Marcita! Agora você te um apartmento taiwanense! Muito globalizada você! :o)
Você vai nos brindar com uma fotinha do novo apê?
Felicidades e boa sorte em Taiwan, pra você e maridón.
um beijo saudoso
Márcia

Desejo tudo de bom nessa nova fase da vida de voces. Admiro muito sua forma de encarar a vida e de ser tao ineira!

Marcia, sucesso e muita tranquilidade na casinha nova.É tão bom um cantinho pra ter o nosso jeito. Melhore da sua gripe. Aqui na Inglaterra o tempo virou e muita gente acabou com uma gripe horrivel.Melhoras.

Nada como a nossa casinha nao? Aproveite a bela temporada asiatica, que pelo visto vai ser bem longa, he, he...

Marcia! Qta mudança...Eu que era sua leitora voraz fiquei tanto tempo sem vir te ler! Que surpresa! Imagino qtas novidades vc tem vivido! Queria tanto me comunicar c/ vc! Finalmente chegou ao Brasil o Acuris S. Estou fazendo o teste e queria trocar minhs impresões contigo antes de tomar uma decisão tão importante e "cara"! Fique com Deus e esteja bem!

Yay! Legal, Marcinha...

Você falou que não tem forno convencional aí. Isso quer dizer que tem algum outro tipo de forno "não convencional", ou que você vai ter que ficar sem assar bolo mesmo? :-)

Olá Marcia!
Muito interessante essa sua visão. Eu, pelo menos, pensaria que morar num hotel 5 estrelas seria o máximo. Lendo sobre o teu ponto de vista, tens toda razão!
Já têm internet a cabo instalada? O que tem por perto do apartamento?
Um beijo

Oi Márcia! Que bom que você já está em casa, existem coisas que só sentimos quando perdemos, uma delas é o sossego de casa! Bjos e boa sorte

Ei...que boa notícia....que bom...realmente nada como a nossa casinha. Só falta agora a mini horta nas floreiras. :)
Beijos

Wow!!!!!!!!
Quantas novidades!!!!
Que máximo, Marcinha!!!!!
Muitas, imensas felicidades procês aí do outro lado do planeta!

Beijocas!

Oi Márcia,

Encontrei o seu blog quando estava procurando uma receita de moussaka. Nossa! Desde então, começando do primeiro post, tenho seguido a sua vida, me encantado com as alegrias e participado dos momentos de tristeza.
Seu blog é como um livro muito bom. Mas diferente do livro, o blog não tem ponto final.
Adorei mesmo, Márcia. Sem vc saber já estou íntima de vcs.
Parabéns!
Um monte de bons desejos e um beijo da Luciana

Quanto tempo que não passo por aqui... estava com saudades... ainda não li muita coisa, mas já dá para ver que vc está bem. Vou vir mais vezes.

Beijos
Adriana