« Genesis | Main | Easy like Sunday Mornings »

My Six Little Things

A Giorgia pediu (=intimou) e eu obedeço senão ela me processa (hahaha). Ela quer saber "seis coisinhas" sobre mim. Pelo que entendi, devo apontar seis verdades sobre minha pessoa que nem sempre ficam muito claras para quem pouco me conhece. Hmm.

Coisa Número Um: Sou essencialmente uma pessoa bem-humorada. Adoro rir, melhor ainda gargalhar, adoro estar entre pessoas alegres e inteligentes, que sabem fazer piada de si mesmos, que têm raciocínio rápido para rir e tirar o barato na hora certa. Gosto de rir de besteiras, mas não gosto de nada forçado ou que não seja natural. Odeio ter que sorrir amarelo e sou péssima para fazer isso.

Coisa Número Dois: Sou ultra-mega organizada em vários aspectos da minha vida. No entanto, meu guarda-roupas e minhas gavetas são uma bagunça. Passo as camisetas e guardo-as nas gavetas, mas junto com elas as camisetas sem passar também dividem o mesmo ambiente e elas se organizam num Movimento Sem Ferro e logo uma está por cima das outras, invadindo território, amassando propriedade alheia.

Coisa Número Três: Sou extremamente caseira e isso não me entedia. Eu gosto do meu canto, gosto de ficar em paz, gosto de ter-me como minha própria companhia. Exercito minha mente, exercito minhas habilidades, cuido dos nossos interesses e das nossas necessidades na tranqüilidade do nosso lar, sem ter que provar ou explicar nada a ninguém.

Coisa Número Quatro: Em momentos de crise, coloco meus dois pés no chão e procuro ser mais racional possível. Procurar uma solução é o que sempre me vem à cabeça. Odeio drama queens perto de mim. Ou ajuda a encontrar uma solução ou cai fora. Gente que tem faniquito, que faz que vai desmaiar (e nunca desmaia) ou que chama atenção para si ao invés de se concentrar no problema me dá nos nervos. Porque pra mim isso tudo soa egoísmo. Já temos um problema, se você desmaiar porque não sabe dar conta da crise, daí eu vou ter dois problemas enquanto você dorme até passar. Get a grip or get lost. Não, não tenho paciência com drama queens, muito menos com egoístas.

Coisa Número Cinco: Tenho boa memória. Guardo frases exatamente como elas foram ditas. Guardo momentos e acontecimentos com todos os detalhes. Guardo sentimentos, cheiros, sabores, texturas. Guardo rostos, nomes e personalidades. Mas não sei guardar números, datas de aniversário ou endereços. Lembro de passado muito antigo, lembro de muita coisa. Por isso mesmo, muitas vezes perdôo, mas nunca esqueço. "Forgetting you but not the time..."

Coisa Número Seis: Sou omnívora e bastante consciente de tudo o que passa pela minha boca. Não tomo refrigerante há vários anos a não ser quando é a única opção segura, mas não gosto, não compro. Sal e açúcar uso com extema moderação porque aprendi o quando ambos escondem o sabor do alimento. Café para mim só precisa de açúcar quando é de baixa qualidade, café bom não precisa. Um pedaço de chocolate com pelo menos 60% de cacao é para mim muito mais rico, saboroso e satisfatório do que um quilo de Cadsbury (arghhh!). Na Inglaterra compro orgânicos da fazenda local, compro frangos e ovos só free-range, preparo refeições simples mas sem fritura, sem molhos de saladas prontos (arghhh x2!), sem queijos processados ou temperos artificiais. Não incentivo ninguém a fazer o mesmo, é uma coisa minha mesmo.


7 Comentários

Oi Marcia.

Adorei as 6 coisas sobre vc...Dá pra te conhecer um pouquinho mais.Brigada viu!

Bjos Aline

Omnívora quase define "gulosa". E vc é maravilhosamente gulosa! Amo.!

Oi Marcinha,

Se não for abuso, posso pedir uma receita de gyoza??? Até hoje não tenho uma legal.

Esse post dos molhos e temperos me fizeram ficar com água na boca...nham

obrigadíssima,

Oi Marcia!
Posso indicar vc como um dos meus 5 sites para o "Blog day"?
Beijao!

Ana, a receita que eu uso para fazer gyozas é do livro de receitas do restaurante Wagamama. Infelizmente o livro ficou na Inglaterra e aqui eu não preciso porque compro gyozas em cada esquina. Mas recomendo o livro, é muito bom.

Puxa, Marcinha, que pena...e eu já preparando a boca pra comer gyozas feitas por mim...rs. Não sei se encontro o livro pra comprar por aqui - moro em Juiz de Fora/MG.

De qualquer forma, obrigada pela atenção, e, caso não consiga o livro, ficarei esperando o seu retorno à Inglaterra, ok?

Boas coisas procê,

Marcinha,

Olha eu aqui novamente. Será que você lembra o nome do livro? Andei buscando na internet e só aparecem entradas para o restaurante. Sei que como você está longe, pode ser difícil lembrar, mas não custa tentar. Pelo que você falou no post sobre esse restaurante, fiquei bastante curiosa em ler o livro, tanto quanto em fazer as gyozas.

:-)

obrigada, tá?
beijo,