« Only You | Main | Wish You Were Here »

The RoadRunner

dv1452005.jpg

Eu sei, eu sei. O blog está abandonado, cheio de tumbleweeds voando de um lado pro outro e só o vento quebrando o silêncio. Temo, porém, que essa situação vai persistir. Martin e eu estamos com os quatro pés numa estrada longa, desconhecida, literalmente esburacada e não sabemos ainda aonde este caminho vai dar. Talvez dê num precipício tão imenso que vamos demorar para cair e bater no fundo, levantando um círculo de poeira feito Wile E. Coyote nos desenhos do Papaléguas. Ou talvez não.

Talvez um dia eu volte aqui para contar aonde chegamos, talvez eu fique lá no precipício mesmo, tentando entrar em contato com a Acme.

dv1452006.jpg

Bye for now.


16 Comentários

Pena ouvir tão tristes palavras. Gostaria de poder de algum modo passar alguma energia positiva para vcs nesse momento que estão passando. Apesar de nenhuma vez termos nos comunicado, acompanhei tua história e a do Martin. Me emocionei, chorei, ri, me recordei. Posso dizer que foram momentos bem bacanas que vivi lendo a vida que vocês compartilharam com a gente. Foste de algum modo responsável pela criação do meu próprio blog. E por isso, sempre terei um carinho especial contigo, mesmo não te conhecendo.

Bom, deixo aqui uma oração que espero que te ajude a lembrar que nunca ficaremos sozinhos em um precipicio:

Uma noite eu tive um sonho...

Sonhei que estava andando na praia com o Senhor e através do céu, passavam cenas da minha vida.

Para cada cena que passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia: um era meu e o outro era do Senhor.

Quando a última cena passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia e notei que muitas vezes, no caminho da minha vida, havia apenas um par de pegadas na areia.

Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. Isso me aborreceu deveras e perguntei então ao Senhor:

- Senhor, Tu me disseste que, uma vez que resolvi te seguir, Tu andarias sempre comigo, em todo o caminho. Contudo, notei que durante as maiores atribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque nas horas em que eu mais necessitava de Ti, Tu me deixaste sozinho.

O Senhor me respondeu:

- Meu querido filho. Jamais eu te deixaria nas horas de provas e de sofrimento. Quando viste, na areia, apenas um par de pegadas, eram as minhas. Foi exatamente aí que eu te carreguei nos braços.

Abraços,

Patricia

Eu sempre dou uma passada por aqui, espero que vcs fiquem bem!
Beijos
Bel

Marcinha querida,
que peninha... senti em suas palavras um desanimo; tentei pensar que te referias a outro tipo de desafio, aquele em que entramos temerosos mas confiantes...desta feita parece ser maior do que voces...
estarei aqui, como já fiz no passado, diariamente, fiel e enviando muita luz para estas duas cabecinhas,mesperando reencontrá-la feliz love

_??_??
_??___??
_??___??_________????
_??___??_______??___????
_??__??_______?___??___??
__??__?______?__??__???__??
___??__?____?__??_____??__?_____
____??_??__??_??________??
____??___??__??
___?___________?
__?_____________?
_?____?_____?____?
_?____/___@__\\___?
_?____\\__/?\\__/___?
___?_____W_____?
_____??_____??
_______?????
Uma Páscoa Muito Feliz, deseja a Daniela

Marcinha, acompanho por aqui anonimamente durante anos, mas acho que esse é um momento adequado para entrar em contato..não imagino o que se passa por aí..mas eu passei muita coisa por aqui e essas palavras me deram força..espero que ajude!!
Bjs a vc e ao Mr.M
ENTRE VOCÊ E DEUS

Muitas vezes as pessoas são egocêntricas, ilógicas e insensatas;
Perdoe-as assim mesmo.
Se você é gentil, as pessoas podem acusá-la de egoísta e interesseira;
Seja gentil assim mesmo.
Se você é uma vencedora, terá alguns falsos amigos e alguns inimigos verdadeiros;
Vença assim mesmo.
Se você é honesta e franca, as pessoas podem enganá-la;
Seja honesta e franca assim mesmo.
O que você levou anos para construir, alguém pode destruir de uma hora pra outra;
Construa assim mesmo.
Se você tem paz e é feliz, as pessoas podem sentir inveja;
Seja feliz assim mesmo.
O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã;
Faça o bem assim mesmo.
Dê ao mundo o melhor de você, mas isso pode nunca ser o bastante;
Dê o melhor de você assim mesmo.
Veja você que, no final das contas isto é entre você e Deus.
Nunca foi entre você e as outras pessoas.


Madre Teresa de Calcutá

Marcinha,
faz algum tempo que eu venho acompanhando seu blog. Mas de longe, sem comentar. Você consegue passar para o leitor exatamente o que está sentindo no momento. E admiro muito isso.
Torço para que você e Mr. M enfrentem tudo sem desanimar. Mesmo sem conhecê-los, eu vejo que vocês são grandes pessoas.
Boa sorte e força.
Um abraço,
Rebeca Amancio.

Gosto das tuas viagens. Espero que vc. ainda esteja aqui em muitas delas. Abraços. Take care, baby!

Marcia, desejo a voces paz, forca e sabedoria:)) A foto M&M esta absolutamente linda!!

Abs

Bri

Enquanto vocês estiverem de mãos dadas, Marcinha, tá valendo.

Força nessa estrada maluca. E, se precisar de um paraquedas para dois e a acme não tiver, grita, que a gente dá um jeito de ajudar!

Tomara que logo voce possa contar o que se passa.Você é batalhadora, forte e meiga. Desejo que as coisas deem certo, dará certo, sim.

Xii Marcinha, sinto que algo não vai bem...seja lá o que for, espero que seja superado. Volte quando estiver a fim. Estaremos aguardando, e espero que vocês não caiam no precipício ( eu amava esses desenhos!) Bjs e boa Páscoa!

espero que o final desta caminhada dê em um lugar lindo e que traga felicidade aos dois....

acompanho seu blog há um bom tempo, você escreve brilhantemente.

Felicidades :)

ei, lembre-se que o coiote sempre volta pra tentar mais uma vez não importanta a profundide do precipicio.
abs
leticia

Márcia, espero que o precipício tenha uma mola bem grande no fundo, que impulsione vocês para cima novamente, bem rápido. Desejo-lhes coragem, fé, paciência e sabedoria para enfrentarem o que for que estiverem passando. Um grande abraço e boa sorte !

Marcinha, sempre visito o seu site e adoro ler suas experiências de vida, o seu amor pelo seu marido e tudo que vcs enfrentram juntos. Fiquei assustada com o seu ultimo texto. Sabe, Marcia, toda a nossa vida tem um propósito determinado por Deus, mesmo que vc não tenha pensado nisso antes, nada é por acaso e sempre Deus nos prepara para algo maior quando estamos em crise. Essas crises podem ser externas, como problemas do dia a dia, insegurança, dificuldades financeiras, e as vezes internas, como depressão, ansiedade e as vezes um desânimo muito grande que atinge qualquer pessoa seja ela rica ou pobre, negra ou branca, que profissão tiver. Afinal perante Deus somo todos iguais. Acredite que tudo isso passa, tenha confiança em DEUS. Fale com Ele, abra seu coração em oração. Se vc não faz isso porque acha que todo esforço depende só de você, gostaria de dizer com muito amor e carinho que nós somos dependentes de Deus e quando colocarmos nossas preocupações para Ele resolver, vc vai se sentir aliviada.
Estou torcendo por você e que tudo isso passe. Vou orar por você também.
Abraços carinhosos

Cláudia Benevenuto - Cps