« Moving Home | Main | Pepe the Blackbird »

At Last, Home

Estamos finalmente, definitivamente instalados em nossa casa. Depois de dois anos e meio vivendo sem endereço fixo, agora temos todos nossos pertences num só lugar.

Nossa mudança do apartamento foi um tanto estressante, carregamos muito peso, fizemos duas viagens para trazer tudo pra cá, corremos para limpar tudo e entregar as chaves. Por outro lado, nossa mudança do deposito chegou tranquila e de prejuízo só a lateral da geladeira que sofreu um arranhão. De resto tudo chegou em ordem.

Abrir as caixas está sendo uma experiência similar à manhã de Natal. Já havia esquecido o conteúdo de cada uma delas e sempre me surpreendo ao encontrar algo que nem sequer sabia que possuía.

No meio de todo o tumulto e caixas de papelão, reservamos alguns momentos para brindar e celebrar o novo lar e também comemorar meu aniversário.








A reforma está parada no momento porque Mr.M, meu único construtor-pedreiro-encanador-eletricista, está viajando de novo. Mas ao menos ele terminou todo o encanamento em cobre que ficou uma obra de arte, instalou o chuveiro, a banheira e também o novo vaso sanitário. É tudo o que precisávamos.

Ainda estamos sem t’Internets, graças à incompetência da BT. Uso o computador da biblioteca do vilarejo umas poucas vezes, mas eu quero minha própria broadband. Like, now.

Estamos aos poucos nos adaptando ao novo ritmo de vida vivendo no meio do mato. Por enquanto a infra-estrutura do vilarejo tem sido mais que suficiente para nossas necessidades. E o trem me leva pra Sheffield em meia hora, caso eu precise urgentemente de uma terapia no John Lewis ou no Meadowhall.

A casa está irreconhecível com a pilha de caixas e materiais de construção e decoração por todo lado. Então é difícil dizer se já me sinto “em casa”. Me sinto num depósito por enquanto. Mas posso dizer que é um grande prazer quando chego perto da nossa rua, procuro a chave na bolsa e percebo que é aqui sim onde moro. Sinto um sorriso se formar toda vez que atravesso o jardim da frente e abro a porta. Mesmo com toda a bagunça do lado de dentro, mesmo com todo trabalho pela frente, é aqui onde moro. Finalmente.




15 Comentários

felicidades na casa nova!!

Muitas felicidades, para esta nova etapa de sua vida

Beijos...

Que bom novamente ler um texto seu!
Sei bem como é ter todas as coisas encaixotadas e guardadas por tanto tempo, é emocionante redescobrir coisinhas adoradas!

Boa arrumação!!!

Êêêêêê! \o/

Oi Ma...que bom que vcs conseguiram já trazer tudo. Mudança é uma loucura mas este prazer de descubrir coisas é sempre fantástico, acontece toda vez que arrumo alguns armários. E o jardim, vai bem? Laura fará 4 meses já. Mande notícias quando puder. Beijos

Olá Márcinha!!!´
É sempre muito bom ler seus posts...
Fico feliz em saber que vocês estão bem e felizes na casa nova.
Grande beijo e tudibão.
Lílian

Parabéns pelo teu niver e por finalmente ter a tua casinha pronto, mesmo que em partes. ehhe Te desejo toda a alegria possível nesse recanto todo teu.

Happy new house 4U2!!

Olá Márcia,
Sou nova no seu blog :o) , mas nao poderia deixar de desejar muitas felicidades no lar novo!!! :o) Estou curtindo muito ler os seus posts :o)
Abracos,
Angela

Oi Marcia....legal o seu blog...eu tb moro em uma vila em Lincolnshire que se chama North Kyme. Adoro esse lugar tranquilo, principalmente eu que trabalho na cidade de Lincoln e é bem barulhenta as vezes. E vc que vila que vc mora mesmo? eu tb adoro ir ao Meadowhall.
Abraços
Nancy

olá, márcia.
estava impaciente por saber o desfecho das reformas e da mudança.
vejo que tudo está indo bem, desejando mil venturas em seu novo mundo, em seu novo lar.

beijos em seu coração.

Parabéns, este momento é realmente impar.
Muitas felicidades, muitas alegrias, e muitos passarinhos para alimentar e apreciar

Oi, Márcia!

Sou jornalista, moro em Belo Horizonte e acompanho seu blog há algum tempo. Tenho 28 anos e estou em um momento de intensa reflexão.

É fonte de força para mim conhecer sua históra e perceber certas semelhanças - você tinha a minha idade quando renunciou a uma carreira promissora na área de Comunicação, recebendo como prêmio um mundo inteiro de novidades lindas.

Tenho um cargo almejado por muita gente, em uma empresa que é o sonho de milhares. Tive fôlego para chegar e me manter nesse posto de destaque em um mercado que, você sabe, é árido. Mas sei que bonito mesmo é ser feliz. Nesse sentido, digo sem medo: quero ser como você quando crescer! rs

Parabéns pelo blog - bom de ver, melhor ainda de ler. Delicado, íntimo, informativo, bem humorado - tudo na medida certa.

Obrigada pela disposição em compartilhar suas experiências e idéias.

Que Deus seja o convidado especial do novo lar. Ele já está por aí, pelo que pude perceber: na vida do jardim, em cada cantinho cuidado com imenso amor, no sossego do vilarejo, na alegria pela realização.

Saúde e paz para vocês, sempre!

Com carinho,
Letícia

É um recomeço, não? Manusear e arrumar objetos há tanto tempo guardados traz muitas recordações. Felicidades. Bjs, Angela

Oi Márcia,

Sempre te visito por aqui, apesar de nunca ter comentado. Fico feliz pelo novo lar, e desejo a vocês todo amor que houver nessa vida!
Muitos beijos,
Fabiana.

Hallo Márcia,

é a primeira vez que te cumprimento assim, dizendo seu nome.E soa estranho.Para mim, no mundo virtual ganha-se a sensação de uma intimidade que na realidade não existe e por isso evito quase sempre essa forma de dirigir-me à pessoa para a qual deixo um comentário.
Quero junta-me a Letícia no tocante aos convidados à sua nova casa!!
Também lhe parabenizo pelas conquistas!
Atulmente indico seu blog a uma amiga como se fosse um livro auto-ajuda (hahaha, nao se ofenda!). Simplesmente, quero que ela veja como é possível viver esses processos de mudanças e decisões na vida de forma feliz e criativa.