« Duotone and Polychrome | Main | Spikey on t'Internets »

Spikey's Ultimate Home

Para quem não dá a mínima para meus posts gastronômicos e querem mais é saber do Spikey e ver fotos fofas de focinhos irresistíveis, pézinhos minúsculos e olhinhos esbugalhados, informo-lhes que está cada vez mais e mais difícil tirar fotos dele porque ele agora é uma criatura noturna que passa o tempo todo da luz do dia dormindo.

Mas a boa notícia é que ele está saudável, terminou de tomar a sessão de antibióticos, não tosse mais, o apetite triplicou e está bastante forte e ágil. Ele agora pesa mais de 400g e você leitor interessado vai vibrar ao saber que ontem ele fez um cocô que media 7 centímetros de comprimento.

Faz pouco mais de 20 dias que ele está hospedado aqui e durante esse tempo, Spikey foi um sortudo de ter três aconchegantes residências:


O primeiro abrigo provisório que serviu de UTI móvel:
uma caixa de papelão


Por um mero acaso, a ex-moradora desta casa deixou na garagem esta linda e novíssima gaiola de coelhos. Não sei por quê ela tinha essa gaiola e não sei por quê ela deixou para trás, talvez tinha ganhado num bingo, who knows. Estava ainda com as etiquetas e tudo. Limpei-a e logo Spikey pode se mudar para sua segunda moradia.


Open plan, mais arejado e decorado com belas cortinas


Porém, nada pode se igualar ao privilégio de ter uma casa construída de acordo com as necessidades de um porco-espinho selvagem. Nesta semana financiamos e entregamos as chaves da sua mais nova moradia.


Madeira maciça, chão elevado para evitar umidade e gelo,
telhado com proteção impermeável, porta estreita para evitar que animais maiores entrem.



Por dentro a importantíssima parede que impede predadores
como raposas e texugos enfiem seus braços para caçar os moradores



Assim que o coloquei perto da casa ele disparou (Usain Bolt's style)
para dentro e lá ficou por horas



Depois saiu para examinar o exterior da propriedade
e avaliar a vizinhança (location, location, location)



E finalmente se acomodou e fez sua primeira refeição no novo lar.


Não uso o telhado por enquanto porque é mais fácil para limpar. E ao redor da casa coloco a grade da gaiola. Aos 400g, Spikey não é mais um bebê, já virou um adolescente que precisa de seu próprio espaço, sem ser interrompido, sem intrusões.




Como todo adolescente gosta de enfeitar seu quarto com posters,
coloquei uma foto de seu ídolo-mor Usain Bolt


Esta nova casa não foi mero mimo ou uma luxúria supérfula. Ela representa o começo da nossa despedida ao Spikey. Ele cresceu e ficou forte e está quase pronto para voltar à natureza, onde ele pertence. Ele não é meu, ele não é bichinho de estimação. Ele é parte do ecossistema, um animal selvagem saudável que não quer e não deve ser encarcerado injustamente e sem razão. Por mais que eu sinta saudades e sofra de preocupação dos perigos naturais da vida afora, soltá-lo é a coisa mais certa a fazer. Talvez eu ainda não esteja pronta, mas Spikey está e ele merece uma vida feliz, livre e cheia muitos outros de filhotinhos.

Nesta semana ele está se acostumando à nova casa. Na semana que vem a casa dele sem a grade mas com o telhado vai pro conservatory e, em seguida, para o lugar definitivo no jardim para ele se acostumar com o clima, os cheiros, os barulhos. Assim que ela atingir o peso ideal, devo deixar ele seguir seu caminho como animal silvestre livre. E essa casinha dele vai ser sempre o porto seguro, o lugar onde ele vai encontrar abrigo e comida, se precisar. Ou um canto protegido para hibernar no inverno. Mas é mais provável que ele não fique e não volte porque porcos-espinhos são assim, mudam de ninho diversas vezes, andam quase 2 milhas de distância por noite. Seja como for, a casa do Spikey vai continuar no mesmo lugar, talvez não para ele depois que ele se for, mas talvez para outro porco-espinho que precise ou quem sabe para os descendentes dele futuramente. Para nós, vai ser um marco de missão cumprida, uma lembrança doce, espinhuda e fofa. Para o Spikey vai ser a última casa, antes dele se mudar para o seu verdadeiro, imenso e ainda magnífico lar.

"Ships are safe in the harbour, but that's not what they're made for"


26 Comentários

Gosto muito dos seus posts gastronómicos, mas estava mesmo com curiosidade de saber o que tinha acontecido ao Spikey!!
É mesmo assim as "crianças" crescem e deixam o lar, para por vezes voltarem com a descendência!!

Beijos de Portugal

Ana isabel

Que post meigo (e engraçado). O cuidado de vocês com o Spikey não se encontra em qualquer lugar, espero que a natureza esteja pronta p/ ele =)

Beijo!

Ah Marcia...qualquer coisa q vc conta, vc faz de uma forma tao gostosa.
....vc tem o poder da escrita!

abcos e escreva mais vezes viu?

Nossa, como ele está grande. Pesa "quase" meio quilo!
Má, admiro MUITO o que está fazendo pelo Spikey, se cada pessoa pudesse ter essa consciência e fazer sua parte no planeta, seria maravilhoso. Parabéns. E para ajudar com o momento da separação, cá estamos, seus amigos, para te apoiar no que for possível. :)
Lembranças ao Spikey e beijos pra vcs, M&M.

Bonita sua atitude! but eu qdo olho p ele, lembra-me do bicho q mais temo! "o rato", por isso só vejo as fotos q aparecem sua carinha o corpitcho nãoooooooooooo olho!
Abraços e boa sorte c o bichano!

Fiquei até emocionada de imaginar o Spikey indo embora :( Ele foi muito sortudo ao encontrá-los. Fico feliz que esteja bem ;)

Linda essa sua capacidade de pensar nos outros... o Spikey teve muita sorte!

Amei saber sobre Spikey. Já imaginei ele indo embora levando uma malinha. :)
Keep us posted!
bjs

Gostei da casinha para hedgehog, nem sabia que existia. Espero que o Spikey seja espertinho e se dê bem de volta à vida selvagem.

Felicidades pra voces e Spikey. Mais uma vez, confirmei a good choice de te ler desde..hmm..2002? Nao lembro. Ambas paulista(nas? eu sou), ambas cidadas de outro pais, ambas felizes com nossos maridos estrangeiros e nossa nova cidadania, rock n roll, nature, etc. KC (maridao) tb te acompanha, pelos meus relatos, lidas do teu blog segurando (pra ele) o Powerbook enqto ele faz o jantar - ha! mas lagriminhas tb vem aos olhos dele:):)

Casal M&M, voces sao bem legais, gente boa e nos curtimos te ler. Voces nao se conectam conosco, mas nos com voces, por amarem a si, aos animais e embrace sort of the same lifestyle. Se um dia vierem pro sul da California, hit me up:):)

Abs

Oi Marcinha, sua fofa !
O Spikey já está mesmo quase um homenzinho, vc fez um ótimo trabalho.
O quarto de adolescente dele ficou lindo e aposto que ele adorou o poster :)
Fico contente por saber que ele está feliz e saudável, e que em breve estará pronto para seguir seu caminho no ciclo da vida.
Que triste vai ser esta separação... para vc, para Mr. M e para nós, mas para Spikey, torço para que seja o melhor momento de sua vida.
Se precisar de consolo

Oi Marcinha, sua fofa !
O Spikey já está mesmo quase um homenzinho, vc fez um ótimo trabalho.
O quarto de adolescente dele ficou lindo e aposto que ele adorou o poster :)
Fico contente por saber que ele está feliz e saudável, e que em breve estará pronto para seguir seu caminho no ciclo da vida.
Que triste vai ser esta separação... para vc, para Mr. M e para nós, mas para Spikey, torço para que seja o melhor momento de sua vida.
Se precisar de consolo qdo ele partir, estaremos aqui. !!! :P
Bjs

Em tempo:
Adoro seus posts culinários e acho de verdade que vc deveria postar mais e mais receitinhas...
Falando nisso... saudades da cesta orgânica ! rs

Eu também adoro seus posts culinários! Ah, adoro todos os seus posts, seu blog é lindo, no visual e no conteúdo. Adoro o carinho com que você mantém o blog, muito obrigada por dividir tanta doçura e bom humor. Grande beijo, e tudo de bom pro Spikey, vou aguardar mais notícias dele, tomara que ele não suma, embora você cientificamente já tenha nos preparado pra separação...

Que bela história! O mundo seria bem melhor com mais gente como vocês...

Gostei daqui..parece a casa da gente..legal!

Lindo, lindo, lindo...
Vocês deram uma aula sobre o respeito que todos devemos ter com os animais.

Vcs. são pessoas muito especiais.
Adoro esse seu jeito de escrever é sempre uma bela poesia.
Fiquem com Deus

Marcia meu filho está acompanhando a saga do Spikey
voçê escreve tão bem bote a história do Spikey num livro infantil com fotos e dedicatória ...Muito obrigado por mais esta historia tão inspiradora bjs e felicidades mil para voçês do coração

WOW!!! Q história, sorte do Spikey em ter encontrado vcs, Marcinha, vcs sao especiais,
Tá, confesso gosto mais das histórias de patas, focinhos e pelos, hahahaha!!!

Bjos!!!!

Não me canso de ler esta história, muito linda! Que amor e dedicação! Sim, Spikey logo está pronto para enfrentar o mundo.
E o ratatouille do post anterior está lindo! Nunca gostei muito deste prato por parecer uma gororoba dos infernos, mas do jeito lindo e elegante que está ali, eu encaro!

Episodios da vida que marcam para sempre. Que legal a atitude de voces com os animais!

Marcinha, com os filhos é a mesma coisa. Cuidamos deles enquanto podemos, damos o que temos de melhor, nosso carinho, nosso tempo, nossos cuidados; e depois deixamos que sigam seus caminhos e enfeitem o mundo por aí. Assim como você, enfeitando os caminhos por onde passa. Imagino o orgulho de seus pais. Parabéns. Ships are made to sail, indeed.

(Falando nisso, como andam seus pais?

By the way, eu adoooro seus posts culinários. "Receitas preferidas" é a seção de seu blog que mais visito e um dia, ah, um dia, hei de fazer os macaroons... O cheesecake que aprendi a fazer aqui é a sobremesa preferida do meu marido e já foi responsável por momentos deliciosos aqui em casa. Tô falando, menina, você enfeita o mundo.

oooon, marcinha, vc acaba comigo, estou emocionada... :~)

Oi, Márcia!
Acompanho seu blog há um tempinho. Até já testei algumas receitas que apareceram aqui. Seus posts andam meio escassos, mas são posts bem escritos, leves e bem humorados como esse que me fazem vir aqui sempre.
Beijinho.

Marcinha, deixei um 'selo' pra vc lá no blog, vissi. beijos!!