« Forty | Main | Growth Spurt »

These days in our garden


Quando nos mudamos para esta casa, cinco anos atrás, nosso jardim estava completo com tudo o que a antiga dona da casa queria, gostava e tinha tempo para cuidar. Para nós, recém-saídos de apartamentos em cidades grandes, tudo parecia lindo e florido. E no início tentamos manter tudo o que estava plantado.

Aos poucos fomos percebendo que muitas plantas consumiam energia, tempo e paciência para manter. Rosas trepadeiras, Ivy trepadeiras, Clematis trepadeiras, Virgina Creeper trepadeiras, Honeysuckle trepadeiras. Todas elas podem ir com seus hábitos libidinosos pro diabo que as carregue. Basta um pouco de descuido e elas invadem, tomam conta, sobrecarregam e matam plantas vizinhas. Ficam bonitinhas cheias de flores na primavera, mas o tanto de trabalho que dão posteriormente só causam ressentimento e dedos espetados. Todo meu amor para quem gosta de podar galhinhos, amarrar galhinhos, treinar galhinhos. Mas é uma dedicação que eu reservo para plantas que nos alimentam.

Quando Miss S nasceu o jardim ficou num estado terrível por dois anos. Mal tínhamos energia para limpar a casa, o que dirá o jardim. Quando ela começou a brincar no jardim percebemos o quanto queríamos muda-lo. Precisávamos de um lugar com sombra pra sentar, ler, jantar ao ar livre. Precisávamos de uma hortinha para Miss S aprender a plantar e cultivar. Precisávamos de um jardim nosso, com as nossas escolhas, com o nosso gosto, com o nosso novo ritmo.

O trabalho imenso de reestruturação começou assim que a neve derreteu. Eu fui colecionando fotos de cantos de jardins que me agradavam. Mr.M desenhou:





Ele e o pai dele (aka Grandpa) limparam a área, quebraram o antigo pátio de piso desnivelado, cortaram árvores cheias de fungos, escavaram e prepararam o solo. Mr.M desenhou o decking, comprou madeira, cortou, instalou (com ajuda de Grandpa), lixou, encerou.













Nesse tempo todo eu peneirei, peneirei, peneirei uma montanha da terra escavada cheia de pedras e rochas de um solo que nunca foi cultivado. Toneladas de terra. Toneladas de pedras.Trabalho escravo, I tell you. Eis a foto da montanha de terra finamente peneirada (com Miss S photobombing):





Numa manhã de sábado Mr.M comprou mais madeira, cortou e montou nosso "raised bed", nossa tão desejada hortinha. Ele ensinou Miss S a checar o nivelamento, trabalho que ela levou muito a sério. Uma vez tudo nivelado, enchemos com a terra peneirada.





Então agora temos esse canto privado, longe dos olhos vizinhos. Ainda está meio alien, ainda há muito para fazer. Quando comparo as fotos do jardim antes com as de agora obviamente o jardim atual parece pior, vazio, urbano. Mas estamos apenas no começo. Um dia as arvores novas vão crescer, um dia vamos entrar num consenso sobre que tipo de cadeiras comprar, um dia vamos encher o decking de vasos e plantas. Um dia.










Por hora, Miss S e eu plantamos abobrinha, ervilhas, feijões, french radishes (pro Peter Rabbit, segundo ela), pepinos, Swiss Chard e Cavolo Nero na horta nova. E regamos todos os dias, juntas. Nem sempre tudo é um conto saído das paginas de Beatrix Potter, no entanto. Miss S pouco se interessa com as verduras crescendo. Muitas vezes ela escava as sementes que plantei. Ou arranca o tomate verde da planta. Outro dia ela trouxe a tesourinha dela e cortou todas as folhas dos brotos recém-nascidos.

E falando em Little Miss Sophie, oh my... neste verão quente e ensolarado, ela com seus dois anos e meio tem aproveitado tanto, tanto do jardim! Acorda cedo, oito da manhã já está de botas (roupas são opcionais) e vasculhando o jardim à procura de criaturas. Demos a ela uma lente de aumento e uma caixa de acrílico com tampo perfurado para examinar as tais criaturas do jardim. E um livro sobre as mesmas criaturas (My First Book of Minibeasts); livro este que ela coloca debaixo do braço e sai com caneta em punho para marcar os que ela encontra. Melhores £10 que já gastamos.

















8 Comentários | Deixe um comentário

"podem ir com seus hábitos libidinosos pro diabo que as carregue" HAHAHA ri alto aqui. :) Poxa eu estava considerando colocar umas trepadeiras na frente da casa, mas também estou longe de ter talento e paciência pra jardinagem. As duas últimas fotos estão lindas, ela tá tão compenetrada... £10 muito bem gastos indeed. :)

Seu quintal (ou jardim) está lindo,e Miss S, um encanto!! Bjs.

Gente, que tudo ter marido e sogro talentosos. Estava considerando fazer um decking aqui e pagar alguem pra ajeitar o jardim (esse monte de quebradeira e peneiracao que voce fala aih) mas como eh caro!!! Aqui em casa, alem de nao dar pra coisa, nao gostamos de jardinagem. :-( Adorei a estufa de voces!

Fofura no nível máximo!!!!!

Quanto trabalho, Marcia! Mas quantas alegrias e lembranças também...
Está lindo... imagino quando aparecer mais um hedgehog agora com Ms S na area!! haha - espero que não desperte nenhum talento para "dissecar" as little beasts hahaha
Vc conhece a Glicina? sem espinhos e stress...
Bjs

Quanto trabalho, Marcia! Mas quantas alegrias e lembranças também...
Está lindo... imagino quando aparecer mais um hedgehog agora com Ms S na area!! haha - espero que não desperte nenhum talento para "dissecar" as little beasts hahaha
Vc conhece a Glicina? sem espinhos e stress...
Bjs

Eu achei o jardim lindo... Sempre curto o seu blog e adoro ler o seus posts. Você escreve muito bem.

Continua postando que eu continuo lendo.

Tenho saudades da Inglaterra e o seu blog é sim um pouquinho do UK...

Keep writing!

tão gostoso ler seus posts sobre jardinagem...
adoraria ter visto um antes/depois do jardim :)

Deixe um comentário