« Secret Kingdom | Main | June comes to a close »

Never Forget

Hoje aqui no Reino Unido, na Europa e, espero, em todo o resto do Universo, relembramos os 70 anos do Dia D. Em 6 Junho de 1944 tropas britânicas, americanas e canadenses invadiram a costa da Normandia, na França, para impedir o avanço nazista.

Uma manobra controversa, mas que culminou no recuo das tropas alemãs e subsequente vitória dos Aliados sobre Hitler.

Viver em um país com memórias das Grandes Guerras Mundiais é um privilégio em termos de fatos históricos disponíveis. Por todos os lados há lembranças, há marcas de bombardeamentos que nunca serão restauradas para que nunca sejam esquecidas. Há histórias de familiares que participaram, que se feriram, que viveram, que principalmente, não voltaram. Há lembranças de racionamento de alimentos, da importância de cultivar sua própria horta, de colher frutos silvestres, de fazer seu próprio pão. Há discursos inspiradores de Churchill e Eisenhower e há homenagens de tantos inúmeros poetas.

De tudo o que a mídia vem divulgando nestas últimas semanas, a que mais me tocou foram as fotos interativas criadas pelo fotógrafo Peter Macdiarmid (link abaixo). Nelas podemos comparar (clicando em cada foto) os exatos lugares onde a invasão aconteceu em 1944 com os dias de hoje.


D-Day landings now and then



1944




2014



E vendo essas fotos e comparando com nossas vidas atualmente, a citação de John Maxwell Edmonds, no epitáfio do cemitério do 2º Batalhão Britânico, se faz ainda mais significativa:

When you go home, tell them of us and say
For their tomorrow, we gave our today.

(Quando você for pra casa, conte a eles sobre nós e diga
Que para o futuro deles, nós demos o nosso dia de hoje.)



2 Comentários | Deixe um comentário

Clicar nas fotos e ver os soldados desaparecendo... Sua imagem aos poucos sumindo, desvanecendo e dando lugar a uma paisagem atual, de paz ... Foi mesmo tocante.
Da a impressao de estarmos ali presenciando suas mortes.
Triste.
Tocante.
Emocionante.
Singelo.
Fica aqui minha homenagem aos que perderam suas vidas, nesta e em outras guerras.

Vou usar as palavras da Aline do comentário de cima.

Triste, Tocante e emocionante.

Deixe um comentário