« A road never travelled | Main | Leaning into Fall »

Minestrone on the way





Uma de nossas últimas colheitas do nosso jardim:

  • Tomates Sungold, que pelo segundo ano consecutivo não nos decepcionou. Fartura, sabor, doçura, fácil de cuidar, tudo o que a gente espera de um tomateiro.
  • Cebolinha verde, sempre tão fácil de cultivar, sempre bom ter disponível na horta. Estas que colhi vieram originalmente do supermercado. Após usar as folhas deixei as raízes num pote com água até crescerem novamente. E depois as transplantei na horta, easy peasy.
  • Feijões Borlotti, que apesar do Grande Ataque das Lesmas 2014, nos deu o suficiente para uma sopa.
  • Por último, mas não menos importantes, as Cenouras!!! Primeira vez que tive um certo sucesso com elas, graças à adição de bastante areia misturada na terra adubada para as raízes crescerem sem impedimento. Sophie se divertiu colhendo da terra. É uma surpresa tão gratificante puxar com força aquelas folhas magrinhas e ver sair do solo a cenoura colorida, comprida, maior do que ela esperava. Ela mesma quis lavar cada uma com a água da mangueira. É um encanto que nunca fica velho e espero que ela sempre se lembre desses momentos.
  • Ainda temos mais alguns feijões, tomates Costoluto Fiorentino, tomates Brandwine, parsnips e brocolli crescendo e amadurecendo. As duas abóboras Kabocha pararam de crescer, mas devo colher mesmo pequenas. E os milhos também estagnaram, não sei se chegaram a produzir grãos. Enfim, de agora em diante o que vier é lucro porque os dias já estão ficando mais curtos e mais frios aqui no Norte. Pelo menos por hora podemos fazer um minestrone com a generosidade do jardim.


    6 Comentários | Deixe um comentário

    Que coisa linda. Isso ainda é sonho pra mim. A minha casa-mais-que-urbana tem espaço para aquelas pequenas jardineiras. O Clima aqui em SP é favorável ao cultivo de ervas e tomates. Estou adubando um pouquinho de terra para plantar Chia, tomate e coentro. Mas um gatinho fofo da vizinhança resolveu "presentear" a minha terra semanalmente. Agora eu descobri que preciso mater a terra sempre bem molhada (descobri isso por conta de minha Melissa, que cresce com folhas viçosas pela constante rega).
    Parabéns pela sua horta, e seu jardim.
    Miss S deve se divertir à beça.

    Marcinha, fiquei tanto tempo sem conseguir vir aqui comentar... intensidade define os últimos meses. Clara faz um ano daqui a alguns dias! Quero só dizer que estou acompanhando essas conquistas todas com muito carinho e admiração!
    Um abraço carinhoso,
    Letícia.

    Oi Márcia, gosto tanto de você. Como assim? Você me conquistou. Lembro que um dia coloquei no google: "blogs fofos" e surgiram vários... O nome do seu me chamou a atenção. Entrei,li e me encantei. Foi na época em que Miss S nasceu. A leitura virou hábito. Nos últimos dois anos estive em um cargo de Chefia e fiquei inteiramente sem tempo para esses prazeres. Agora de volta a minha atividade normal, surgiu o precioso tempo. Então, de volta ao blog me deparei com Miss S já não tão little (rsrs). Fiquei curiosa sobre como você foi parar do outro lado do Atlântico e resolvi voltar no tempo...2001. Agora todos os dias me dou um momento de recreio e leio uma parte da sua vida escrita a mão. Já estou no ano de 2005 (junho). Virou novela diária (kkk). Adoro! Você escreve com muita leveza. Parabéns pela coragem de adotar um país distante, idioma diferente, costumes diferentes pelo amor da sua vida. Fico comovida com a sua "linda história de amor". Um abração bem brasileiro!

    Hello Marcinha

    I usually come here to see what you have written. I am missing your posts. Is everything fine in England? Hope so.
    Write soon...

    Regi

    Olá Marcinha,

    Saudades dos seus posts. Sempre entro para ver as novidades e faço beicinho quando não tem ;) Espero que esteja tudo ok por aí! Abraços, Adriana

    Marcia

    Tudo bem contigo e com a família? tem tanto tempo que você não posta nada que fico me perguntando:será que esta tudo bem por lá?
    Fico torcendo para que tudo esteja bem.
    Um abraço

    Deixe um comentário