« A Tea Party for Miss Sophie | Main | Days of February »

Deep into Winter

















































Hello dear reader. Quase final de Janeiro, meio que tarde para desejar Feliz Ano Novo? Talvez. Então espero que o Ano Novo esteja sendo gentil com você até agora e que assim seja, na medida do possível, por todo ano.

Janeiro por aqui tem sido de retorno à rotina. As celebrações do final de ano foram deliciosas, mas assim que voltamos pra casa Miss S perguntou se podíamos guardar todos os enfeites de Natal. Desmontamos a árvore, tiramos e guardamos todas as decorações. E Miss S enfim declarou: "I like normal".

Como aqui as férias de inverno só duram duas semanas, logo no começo de Janeiro entramos em nossa rotina de escola, trabalho, e (o mais recente) Clube de Esportes. No entanto, o único que não está colaborando nessa volta à rotina tem sido o clima impiedoso em nossa região montanhosa. Fortes ventos, fortes chuvas, temperaturas negativas e muita neve. E como aqui não é nenhuma capital, nenhuma rua é tratada, nenhuma calçada é limpa. Na tentativa de levar Miss S pra escola, vimos tantos carros patinando desesperados nas ladeiras da vizinhança. Vários, vários carros abandonados nas ruas principais, que deveriam ter sido tratada mas não foram. Ônibus pararam de circular, trens foram cancelados. E assim sendo, desistimos de ir pra escola e voltamos pra casa, Miss S andando com neve até o joelho.

Ela achou tudo uma aventura, obviamente, e ligou pra Grandma para contar: "I was so excited to go to school but there was no bus and we couldn't walk!!! Ok, bye." O que me fez querer escrever pro PM Cameron e pro DPM Clegg perguntando se eles sabem o trabalho que foi para fazer Miss S ficar na escola sem chorar, sem ficar triste, sem sentir minha falta. O trabalho que foi fazer ela entender que a escola é um lugar seguro e cheio de coisas legais para aprender. O trabalho que foi para ela deixar de ficar triste e começar a curtir as atividades, a confiar nas professoras e a finalmente começar a brincar com duas amiguinhas. E o quão importante foi manter essa rotina até um dia ela declarar: "you know, Mum, I like school now". Não, eles certamente não têm idéia do quanto foi difícil chegar a esse ponto. Se soubessem, teriam mandado a prefeitura limpar as malditas ruas e calçadas para não quebrar essa sagrada rotina de Miss S. Fim da reclamação, Mr. Cameron.

Ao contrário dos anos anteriores em que Miss S tinha medo da neve, este ano foi uma festa. Fez snow angels, construiu boneco de neve e castelos de neve, brincou de guerra de bolas de neve, comeu flocos de neve caindo do céu. Tudo pela primeira vez, tudo com aquele encantamento das primeiras vezes. Dois sonhos, meu e dela, realizados.

E descobriu o prazer de sair da neve gelada e entrar na casa quentinha e tomar um chocolate quente. Até então ela nunca tomava leite de vaca, que sempre foi um desafio pra nós. Agora ela adora tomar chocolate quente porque (surprise) tem gosto de chocolate. Também descobriu o deleite de tomar banho e colocar um pijama pré-aquecido no radiator e se cobrir com um roupão de fleece fofinho, assistindo ao seu desenho preferido na Netflix, na cama. Ah! my girl.

Este inverno tem sido de muitos resfriados consecutivos e consequentemente de muita sopa, daquelas que ficam borbulhando na panela por horas e horas até tudo ficar macio e acolhedor e quentinho. E muito steel-cut oats porridge, com uma colherada de custard, uvas passas e Maple Syrup, depois das minhas caminhadas matinais. E muito chá, sempre, sempre, aquecendo as mãos e minha alma.

Eu não sou de reclamar das estações, gosto de cada uma delas. Mas ando já sonhando com a primavera e os seus dias mais longos. Já planejando o que plantar este ano. Ainda temos uma longa espera até semear. Há mais geadas e neve a caminho. Há muito inverno ainda pela frente. I shall put the kettle on.


10 Comentários | Deixe um comentário

Oi, Márcia, ainda não foi depois de um longo inverno, mas estava ansiosa em ter notícias suas. Suas fotos são sempre magníficas! Acho que demoraria para me adaptar a essa paisagem... Feliz Ano Novo prá vocês também e que este como muitos anos que virão possam aquecer seus corações com tudo de bom!

Olho cada foto em detalhes, e quando penso que cansei,volto a olhar de novo cada foto em detalhes e concluo:Não canso nunca de olhar suas fotos,nem as recentes tampouco as mais antigas.Estou sempre revirando seu blog tão agradável que é.E agora que tem miss S crescendo e fazendo bonecos de neve tá mais lindo ainda.
Adoro olhar fotos dos telhados,os arbustos cobertos de neve e a sensação de ver a sopa fumegando quando se tem tanta neve fria lá fora...é delicioso.

Não importa a estação, suas fotos sempre maravilhosas. Tenho certeza de que o retorno à escola será mais suave do que o início de tudo. Good luck! (tô boba que não limpam as ruas depois da neve...)

Marcia,
Que post mais gostoso de se ler esse... :)

Hmmm, chocolate quente, pijama quentinho, roupão fofinho, sofá e Netflix. This girl knows what's good in life. ;) Neve não tivemos nem cheiro, mas quando se torna inconveniente a ponto de fechar escolas e deixar o povo snowed in a graça diminui consideravelmente. Meu café da manhã é bem menos fotogênico, mas também aquece a barriga. Estou na expectativa pela primavera, sempre, mas o inverno me liberta da ansiedade e expectativa para sair e fazer coisas. Acho que preciso desse intervalo. :)

Que delícia de posts..nunca comento, mas fico encantada com as fotos, com sua MIss Sophie...um graça..tudo, inclusive a maneira que escreve, que tanto me encanta!

Passo por aqui de vez em quando e é uma delícia ler o que vc escreve. Comecei a te visitar uns anos atrás por acaso e desde então te acompanho... Acho que é principalmente pela forma como escreve, tão sensível e delicada. Feliz 2015 pra vc e sua família :)

i like normal too, S.
diga pra mm que voce vai continuar gostando da escola mesmo nao podendo ir por um tempo. bom, pelo menos até começarem as aulas de química. écati. ;)

Feliz de achar o seu blog. Adorei. xx

Feliz de ter achado o seu blog! Adorei! Giselle

Deixe um comentário