« Spring awakening | Main | Now with Cat! »

The Bright Side

Dear reader, I hope the days are treating you well.

Tantas vezes pensei em escrever aqui mas acabava desistindo. Tanto acontecendo no mundo que minha parca e infantil inspiração se perde no vazio e na perspectiva da realidade.

Estamos no ápice do verão por aqui. O que não significa que estamos morrendo de calor, note bem. Tivemos dois dias de heatwave onde as temperaturas atingiram raríssimos 30ºC. Todos acreditamos que iríamos derreter. Mas depois disso as temperaturas voltaram aos usuais 18ºC e ninguém mais reclama.

Este ano não plantei nada comestível na horta. Estamos usando nosso tempo cada vez mais raro para dar uma ajeitada no jardim, limpar, arrancar, jogar tralhas fora. Ao invés de verduras, eu e Miss S plantamos flores. Percebo a cada ano que o que mais sinto falta durante nosso longo e arrastado inverno são as cores. E agora as cores vêm se espalhando e brotando a cada canto, principalmente dentro da minha mente cansada.






























E quem continua nos visitando, pelo sétimo ano consecutivo, é o velho e bom Pepe the Blackbird. Todo verão eu penso que é o último que estamos ajudando Pepe e sua ninhada. E eis que outra primavera chega e lá está ele na porta do nosso conservatory pedindo mais uva passas, mais rápido, if you please woman.

Agora no alto verão ele e outros blackbirds vão procurar outras frutas silvestres frescas e maduras que abundam na nossa área rural.





Nossa cerejeira é sempre o alvo cobiçado por todas as espécies, sejam pássaros ou vespas ou pobres humanos. Mas nossas chances são escassas. Os pássaros comem os frutos antes de amadurecerem. Houve um ano que cobrimos a árvore com tela para poder colher algumas cerejas. Mas não vale a pena o esforço. Então deixo os pássaros comerem a parte deles. Quando passo pela árvore e vejo alguma cereja madura e intacta, como ali, de pé na árvore.





Mas na maior parte das vezes só me resta assistir da janela da cozinha os pássaros (como Mr. Corvo abaixo) devorarem as cobiçadas jóias:





Porém, minha gentileza não se estende aos morangos, oh no. Ganhei oito mudas do pai de Mr.M, que cultivou as plantas desde a semente, replantou as mudas e as trouxe pro nosso jardim. Não há pássaro fominha que amoleça meu coração e me impeça de cobrir as plantas com tela (as lesmas, porém, conseguiram passar a perna que nem têm em mim e devoraram os primeiros e maiores morangos).













Tão doces, caro leitor, tão suculentos, perfumados e cheios de cores vibrantes. Quase me fazem esquecer do inverno longo, do cinza, das cinzas, dos noticiários. No momento desta escrita os morangos já se foram, apenas alguns frutos pequenos ainda amadurecem nas plantas. Talvez por isso eu queira registrar a memória deles aqui. O tempo e as estações não vão parar por nada deste mundo. Nem por bombas, nem por referendums. Eu não sei escrever textos elaborados sobre esses últimos temas. Mas quem é que sabe, quem é que entende os motivos, quem é que coloca em palavras precisas o indizível lamento? Escrevo sobre o que me cabe, apenas. E ultimamente é só isso aí em cima que consigo. Mais ou menos.

"Cultivate an attitude of happiness. Cultivate a spirit of optimism. Walk with faith, rejoicing in the beauties of nature, in the goodness of those you love."

~ Gordon B. Hinckley


19 Comentários | Deixe um comentário

Senti uma pontinha de tristeza neste texto...Tomara que seja só impressão. As flores que vocês plantaram floresceram lindamente! E assim vamos levando a vida sem perder a fé na humanidade, apesar de tudo...

Marcinha! É sempre bom vir ao blog e ler uma postagem nova. Estamos em tempos difíceis e "les temps sont durs pour les reveurs" (Tempos difíceis para os sonhadores), frase que amo do filme 'Amélie Poulain'. Toda vez que leio seu blog é como se recebesse uma carta de um amigo que mora longe...não deixe de mandar notícias! Um abraço.

Oi Marcia,
Suas flores parecem de floricultura, estão muito lindas.
E suas cerejas, nossa, realmente parecem joias penduradas na arvore.
Sei que esses morangos são doces o suficiente para dispensarmos leite condensado ou açucar. Que delicia.
Tenho sdds de comer morangos tão suculentos. Pena nao ter no Brasil.
Espero que vc possa aparecer com mais frequencia aqui, contando suas historias e aventuras.

Aaaaah! Amo textos novos por aqui.
Amo mais que morangos.
E olha que isso é amar bastante!

Eu bem que gostaria de ouvir/ler você sobre esses temas cinzentos. Se algum dia chegar a hora de registrar, tenho certeza de que me ajudará a ter perspectiva.

Aproveitem os morangos!

Um abraço afetuoso.

Oi Márcia!

Que delícia entrar aqui e ver um texto novo! Escreva, mesmo que a inspiração não seja sua constante companheira. Seus textos e suas fotos alegraram a minha tarde cinzenta aqui em SP.

Desejo-lhe muitas cores e alegrias!

Oi Márcia!

Que delícia entrar aqui e ver um texto novo! Escreva, mesmo que a inspiração não seja sua constante companheira. Seus textos e suas fotos alegraram a minha tarde cinzenta aqui em SP.

Desejo-lhe muitas cores e alegrias!

Olá Márcia!

Sou nova por aqui e acabei de conhecer seu blog. Quanta ternura você coloca em seus textos, mesmo com o coração apertado, por conta desse nosso mundo que tem tudo para ser um lugar melhor. O registro da sua natureza é doce, tanto que fiquei desejando comer esses morangos tão lindos e, provavelmente, saborosos.
Vou acompanhar seu blog. Parabéns!
Abraço!!!

Hello again!

It was nice to hear from you again. I also don't like harsh winters. Here, at the moment is winter. Sometimes I feel miserable... It is difficult to start the day. But life moves on and as you mentioned we must go on...

You are right. It has been horrible to watch and follow the news. I feel afraid for my daughter's future. Life seems so hard in Europe. But violence is everywhere nowadays.

I always come here to read your posts. Sometimes I wonder how you are... I also enjoy gardening but I haven't done it lately. But I appreciate the pictures as they remind me of England and the culture there.

I hope you will write more often... as you see you have some online friends here.

Li e re-li esse post pelo menos umas 8 vezes. Até agora não consigo descrever como é bom ver fotos das flores,frutos e do saudoso black bird. Quando tudo está bem venho aqui ler com calma, quando tudo alvoroça de forma que eu não sei como começou, eu corro aqui e me refúgio num pouco desses escritos doces e calmos. De qualquer forma passo sempre por aqui e invejo os morangos já que os que como provavelmente são cobertos de agrotóxicos. Felicidades a vcs por aí e espero que a mesma paz me alcance aqui.

Querida Márcia, venho sempre no blog, espiar pra ver se tem post novo, e eis que hoje tinha este maravilhoso, delicado como sempre! Que bom que resolveu escrever, nós leitores agradecemos. Seu jardim é um encanto, e a forma como você o descreve também. O único problema é que depois de ver estas fotos lindas, fiquei morrendo de vontade de comer morangos e cerejas, rs! Fiquem bem! um abraço.

Marcia, por gentileza, poderia me dizer o nome dessas pequenas folhas vermelhas? Adorei essa plantinha :)
Os morangos estão realmente lindos.

--
Mari, o nome da planta é Heuchera.

Marcinha,
Há anos leio seus posts, porém sem comentar. Gosto muito de seus textos leves, humorados, doces, amorosos ... De vez em quando estou aqui pra ver se há novidades. Não pare de escrever. Bjs


Acalentadora... a forma como vc escreve acalenta quem lê, não importa o tema. Sou uma dessas pessoas que há alguns anos te visitam pelo blog de vez em quando pra saber se tem uma palavra nova pra nos tirar da nossa rotina e sorrir. Obrigada :)

Gente! Estou impressionada com suas fotos, principalmente dos morangos que aprecem artificais de tao perfeitos, grandes e brilhantes! Deu agua na boca, confesso! Amo strawberries!

estou com saudade de seus textos, sempre os leio, embora sem comentar. mas, já faz tempo do último, mande noticias e essas fotos maravilhosas. bj

Cadê vocês? Também sinto falta de notícias do lado daí do Atlântico... o outono chegou por aí, Miss Sophie deve estar uma mocinha...espero que todos estejam bem! Aguardo ansiosa por novidades!

Marcia.. leio seu blog desde 2006! Lembro como se fosse hoje o dia em que descobri seu blog, comecei a ler desde e não parei mais!! Volta e meia lembro de passar por aqui e ver se você está bem, ver a Sophie. Te desejo muitas felicidades e inspirações para continuar escrevendo. Como alguém disse ali em cima, você tem amigos online. Não deixe de escrever, seus textos trazem vibrações muito positivas... e nós, Um abraço do sul do Brasil ;-) cheers

Olá Márcia,hj acordei com vontade de fazer o pão de azeitonas com alecrim e mel, receita sua de 2007. Por aí vc logo sabe que te acompanho a longa data. Há tempos não passava por aqui, muitas reviravoltas na vida...
A Sophie deve estar uma mocinha linda.
Seus textos são incríveis, criativos e estimulantes. Sou imensamente grata por sua gentileza em compartilhar momentos tão preciosos.
Um super abraço de Sampa.
Nan

Olá, Marcinha, tudo bom?
Eu sou uma nova seguidora do seu blog, porém já me encantei por suas fotos e seus textos. O seu jardim me lembrou um livro que li há pouco e essa sensação me encheu de alegria :)
A primeira flor do post é linda, os morangos parecem deliciosos e as cerejas também! Adoraria estar aí para prova-los.
Beijos açucarados

Deixe um comentário